Pensando a comida no Centro de São Paulo

unnamed

O coletivo P.U.R.A. (foto), que comanda a operação da Cafeteria do Red Bull Station, em São Paulo, está fazendo uma série de workshops gastronômicos sobre processos naturais de conservação de alimentos, como fermentação, desidratação e conserva com probióticos. O foco são picles, pimenta, azeite, gengibre, chucrute e bitters, além de fermentações, como mostarda e tempeh.

Sobre o P.U.R.A.
O Coletivo P.U.R.A. é um grupo de pessoas que busca refletir sobre boas histórias por trás das refeições e no sabor que fica para sempre na memória. Desde abril de 2017, está no comando da operação da Cafeteria, restaurante localizado no piso térreo do Red Bull Station, no centro de São Paulo, apostando em ingredientes sazonais, naturais e sem processo de industrialização, para um melhor aproveitamento de frutas e vegetais de cada época do ano.

Sobre o Red Bull Station
Localizado em um prédio de 1926, no centro de São Paulo, o Red Bull Station ocupa a antiga subestação Riachuelo, desativada desde 2004 e tombada como patrimônio histórico pelo Conpresp. Com foco em projetos  experimentais de arte, música e tecnologia, os cinco andares do Red Bull Station contam com estúdio de música, makerspace, três espaços expositivos, um terraço e uma cafeteria. Para informações sobre a programação gratuita, consulte a agenda no site www.redbullstation.com.br.

Anúncios

Feira Viva de Verão reúne grandes chefs no Parque Villa Lobos, dia 24

image002

No dia 24 de fevereiro acontecerá a Feira Viva de Verão, no Parque Villa – Lobos, em São Paulo, com entrada gratuita, participação de chefs, agricultores e barraquinhas com pequenos produtores rurais. Essa é a terceira edição do evento, que acontece de acordo com as estações do ano devido a sazonalidade de produtos, e já contou com participação de nomes como Alex Atala, Rodrigo Oliveira, André Mifano, Eudes Assis, Mario Portella.

 Esta edição da Feira Viva será  em torno de feituras de processos e produtos tradicionais – como o da elaboração de farinhas produzidas a partir de plantas tropicais, o plantio com muvuca de sementes e a extração e a preparação da polpa da Jussara – todos em formato de palestras e demonstrações gratuitas, intercaladas por sessões de curta metragem que estarão dentro da temática apresentada em cada uma.  Estão confirmadas as presenças das chefs Helena Rizzo, do Maní, Bel Coelho, do Clandestino e Mara Salles, do Tordesilhas.

 Além disso, haverá a degustação, a partir das 11h, de pratos a preços populares (até R$25) – como o sanduíche de pastrami da Linguiçaria Real Bragança e a comida de índio Corupaytiba, feita com feijão verde, milho criolo, farinha de mandioca, ora-pro-nobis e Içá, finalizado com molho de tucupi, da Fazenda Coruputuba e a Jussara na tigela (semelhante ao açaí), do Murique Polpa de Fruta Nativa.

Programação de feituras e filmes

(10h30) Feitura da Muvuca de Sementes

Rede de Sementes do Vale do Ribeira – A técnica de “Muvuca de Sementes” para o plantio de florestas é um método que vem de antigas práticas agrícolas e, hoje, pode significar a possibilidade de restauração florestal das vastas áreas degradadas no país – além de possibilitar a organização e valorização de um dos preciosos elos da cadeia da recuperação ambiental, os coletores de sementes. Essas pessoas muitas vezes ainda detém parte dos conhecimentos perdidos acerca da natureza.

 (11h45) Filme: Saberes do Vale – Morar Projeto Saberes do Vale

(12h) Feitura do Doce de Jaracatiá

Eduardo Esperanza Modesto (Fazenda Jaracatiá)

Chefe Convidado: Bel Coelho

 O uso do açúcar na conservação de frutas é uma técnica tradicional utilizada fartamente no Brasil. É a partir dela que podemos preservar e apreciar frutos nativos das nossas matas durante todo o ano. A feitura do doce no tacho tem forte ligação regional, onde cada bioma, cada cultura, tem sua fruta e modo de preparação típicos. O Jaracatiá é uma árvore símbolo na Mata Atlântica e sua preservação está fortemente atrelada à preservação do meio ambiente. São utilizados, além de seu fruto, uma espécie de mamão selvagem, o seu tronco para a preparação de um doces típicos em diversas regiões brasileiras.

(13h15) Filme: Saberes do Vale – Brincar
Projeto Saberes do Vale

(14h) Feitura Farinhas Tropicais

Zé Ferreira

Chefe Convidado: Helena Rizzo e Mara Salles

A preservação de diversos alimentos como cereais e raízes através da feitura de pós e farinhas, faz parte do acervo técnico e cultural das populações tropicais. Vamos aprender algumas dessas técnicas com as comunidades tradicionais litorâneas, como o Quilombo de Picinguaba – SP e do Camburi – RJ. Entre as farinhas produzidas e consumidas por essas populações estão a farinha de inhame, farinha de banana verde, pó de gengibre e cúrcuma, e a famosa farinha e polvilho de mandioca, entre outras.

  (15h45) Filme: Saberes do Vale – Comer
Projeto Saberes do Vale

(16h15)  Feitura PANC na feira
Valdely Kinupp
Chef Convidado: Henrique Nunes

O plantio de plantas de fácil cultivo e adaptação à realidade tropical do país é essencial para a manutenção da saúde humana e do meio ambiente. Vamos conhecer plantas tradicionais que foram esquecidas, as hoje já famosas PANCS,  entendendo seus modos de preparo e curiosidades culturais e nutricionais.

(17h45) Filme: Saberes do Vale – Criar
Projeto Saberes do Vale

(18h)  Feitura Extração da polpa da Jussara
Dr. Leandro Carmo

  Dr. Leandro é especialista em pós-colheita e beneficiamento de frutas nativas e vai demonstrar a extração da polpa do fruto da palmeira Jussara. A Jussara é uma planta nativa da Mata Atlântica, e ficou em grave risco de extinção por causa da extração do palmito. Para estimular seu plantio e inibir o corte ilegal da palmeira, uma alternativa é o consumo do fruto, o que garantiria que a arvore fosse mantida em pé por muitos anos. Alem disso o fruto do Jussara, muito semelhante ao açaí, tem mais nutrientes (antioxidantes e cálcio) do que o açaí. O cultivo geralmente precisa ser feito em ambiente florestal, pois a planta é muito exigente, o que também pode ser um estímulo para o plantio de florestas.

 Sobre a Feira Viva

 A Feira Viva foi idealizada em 2016, em conjunto pelo produtor rural Patrick Assumpção, pela agrônoma Keila Malvezzi e pela Sociedade Rural Brasileira (SRB), uma das principais entidades representativas do agronegócio, com patrocínio do banco Santander. O projeto, que realizou em maio a sua primeira edição, a de outono, e em agosto a edição de inverno, chega a edição de verão com o mesmo objetivo, o de aproximar o produtor rural e as demandas dos consumidores, sobretudo, das zonas urbanas.

 “O Brasil pode oferecer uma variedade gigantesca de produtos de altíssima qualidade e identidade regional, produzidos com técnicas modernas que conciliam a agricultura, meio ambiente e gastronomia”, destaca João Adrien, diretor da SRB. Segundo Patrick Assumpção, o consumidor precisa saber como os alimentos são produzidos, onde e por quem, para ser capaz de definir um cardápio saudável para sua família. “Por isso, fizemos questão de oferecer somente produtos sazonais e locais”, enfatiza o produtor rural. “A Feira Viva nos traz a possibilidade de disseminar, por meio da gastronomia, novos modelos de negócio que conciliam produção agrícola e preservação ambiental, demonstrando que essas duas atividades podem caminhar juntas.”, diz Assumpção.

 Fundamentado neste contexto, o Santander patrocina a realização do evento como grande oportunidade de mostrar ao público o formato de novos modelos de negócios para todo o agro brasileiro. Com o incentivo, o Santander também reforça sua participação no apoio às inovações empreendedoras e culturais, uma vez que, a gastronomia está entre as grandes expressões da cultura de um País.

 Serviço

Quando: 24 de fevereiro (sábado)

Horário: 9:30h às 18:30h

Local: Parque Villa-Lobos – Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros

 No mesmo espaço, mais de 25 produtores rurais estarão vendendo, diretamente para o consumidor, produtos e comidinhas com uma variedade e identidade cultural, como o Sítio Agroflorestal São José (farinhas de mandioca, mandioca com açafrão, fruto de pupunha e banana verde, polvilho, conservas de fruto de pupunha e palmito de palmeira real e geleias de frutas nativas), Maria Preta Jabuticaba (compotas, geleias, polpa congelada, licor e massas de jabuticaba), Fazenda Jaracatiá (cocada paulista, compota de fruto de jaracatiá, mudas de jaracatiá) e Pardinho artesanal (queijo cuesta, mandala e cuesta azul).

Feijoada da Escola de Samba Mangueira

CIF.asp

A Escola de Samba Mangueira do Amanhã levará às Paineiras muito samba e ziriguidum para animar a visita de cariocas e de turistas que passam pelo Centro de Visitantes Paineiras (CVP) em direção ao Alto Corcovado e ao Cristo Redentor, entre os dias 10 e 13 de fevereiro. O restaurante Mirante Paineiras, anexo ao CVP, oferecerá feijoada completa e buffet a preço fixo no valor promocional de R$ 54,90 (adultos), de 12h às 16h. Crianças de 5 a 11 anos pagam R$ 29,90. No repertório, muito samba no pé e marchinhas de Carnaval.

Além da feijoada, o buffet também oferece outras opções no cardápio, como a costela ao molho barbecue, medalhão de mignon, saladas frescas. As sobremesas, que de tão generosas podem servir até duas pessoas, e as bebidas não estão inclusas no preço do buffet, mas são uma ótima pedida!

O restaurante Mirante Paineiras possui 260 lugares e um mirante incrível, que fica a poucos metros da copa das árvores do Parque Nacional da Tijuca, de onde se vê, em um deck suspenso na mata o Cristo Redentor, a Lagoa Rodrigo de Freitas e as orlas de Ipanema e do Leblon.

O almoço pode se tornar um programa ainda mais completo com a visita à exposição Floresta Protetora, que ocupa o segundo andar do CVP. No espaço, também há a exibição, por tempo limitado, do filme “Amazônia Adentro”, que conta a história da floresta em gravação 360 graus, narrado pelo ator Marcos Palmeira. Ambas são gratuitas.

 CENTRO DE VISITANTES PAINEIRAS: Estrada das Paineiras, s/n, Rio de Janeiro. Compra antecipada do transporte nas vans oficiais ou combos almoço, transporte e visita ao Cristo pelo site www.paineirascorcovado.com.br

 

 

Restaurante serve menu especial para Yemanjá

unnamed-2

Odoyá! Hoje é dia dela. O restaurante Na Cozinha, do chef Carlos Ribeiro, serve no almoço hoje e amanhã menu especial para comemorar o Dia de Yemanjá. O cardápio é composto de Bobó frito de camarão (R$ 68,90); Picadinho do mar, camarão, chuchu, mini pastéis de vatapá e acompanhamentos (R$ 68,90); e Moqueca baiana, com peixe, camarão e leite de coco, acompanhado de arroz, farofa de dendê e pirão (R$ 149,90).

Na Cozinha: Rua Haddock Lobo, 955, Jardins, SP

Palmirinha e chef Henrique Fogaça se encontram para bate-papo

unnamed

Nesta segunda-feira, 5 de fevereiro, vai ao ar o primeiro episódio da série chamada Pião, que será veiculado pelo novo canal do youtube do chef Henrique Fogaça. A estreia será com a vovó mais amada do Brasil, Palmirinha, já que os dois dividem amor pelo mesmo assunto, a gastronomia.

O programa se baseia em caronas que o chef hardcore dá para personalidades no seu clássico e inusitado Opalão preto, ano 1975. Enquanto rola a “carona”, o papo corre solto. No programa de estreia, Palmirinha conta um pouco sobre seu começo na cozinha, gosto musical e outras curiosidades. Eles conversam também sobre micos na cozinha, sobre o casamento dela e o desrespeito às mulheres antigamente. Palmirinha até se emociona quando o chef decide ouvir um som com ela no carrão.

Para a apresentadora, gravar o programa com o Henrique Fogaça foi muito divertido, pois ela sempre o admirou. “Adorei passear de carrão com o Fogaça, a gente se divertiu muito e demos boas risadas. Ele é muito educado e me senti lisonjeada em ser a primeira a gravar o seu novo programa”, afirma Palmirinha.

Os programas vão ao ar todas às segundas no link: Youtube.com/ChefHenriqueFogaca.

Zona Cerealista online lança cesta básica

zonacerealista

Optar por produtos naturais, além de contribuir para o meio ambiente, ajuda na manutenção da saúde e do bem-estar. Pensando nisso, a Zona Cerealista Online lançou a Cesta Básica Orgânica, que contém 8 alimentos presentes na mesa dos brasileiros com o selo Orgânico Brasil e totalmente livres de glúten.

Açúcar demerara 1Kg, arroz integral 1Kg, feijão preto 1Kg, óleo de soja prensado a frio 500ml, café 250g, farinha de arroz integral 500g, molho de tomate585g, farinha de milho Orgânico 500g, compõem a cesta de aproximadamente 5,335Kg.

De acordo com o proprietário da loja online, Alex Zago, a iniciativa foi idealizada para quem busca a manutenção de hábitos mais saudáveis e também uma estratégia para quem não consegue consumir apenas alimentos 100% orgânicos. “Outro diferencial é conveniência, já que não é fácil achar todos esses produtos orgânicos nos supermercados”, destaca.

A cesta, no valor de R$109,99, tem ganhado muitos adeptos, levando em consideração o custo x benefício. Inúmeras pesquisas indicam que os orgânicos ajudam na prevenção doenças, desde alergias até problemas mais graves, e possuem mais nutrientes em comparação aos alimentos tradicionais, incluindo fibras, proteínas e alguns minerais.

A Zona Cerealista Online é um armazém cerealista virtual, 100% dedicado a vendas pelo site www.zonacerealista.com.br. A missão da loja online, idealizada em 2012, é disseminar a cultura da alimentação saudável por meio da educação e da oferta de produtos naturais com preços competitivos e alta conveniência. Os fornecedores são produtores agrícolas mas também importadoras e grandes atacadistas, ou seja, os produtos comercializados a granel têm a mesma origem das grandes indústrias nacionais e redes varejistas, afim de primar pela qualidade e procedência. Os produtos a granel são manipulados e embalados em processo industrial, minimizando o contato humano e com o meio ambiente. A Zona Cerealista Online atua em todo o território brasileiro.

No mar, em homenagem a Willem-Alexander, rei da Holanda

DCIM100MEDIADJI_0003.JPG

DCIM100MEDIADJI_0003.JPG

O U by Uniworld acaba de criar o roteiro Rolling on the Rhine para o festival King’s Day, uma das maiores festas realizadas a céu aberto, que comemora o aniversário de Willem-Alexander, rei da Holanda. O cruzeiro, de oito dias de duração e a bordo do novíssimo navio The A, parte de Frankfurt, na Alemanha, em 21 de abril, e termina em Amsterdã, no dia 28.

Como todos os roteiros do U byUniworld, os passageiros ficam livres para criar seus próprios programas em terra, podendoparticipar das atividades já incluídas na programação, ou ainda optar por passeios opcionais pagos, chamados de U Time.

No coração de Frankfurt– uma das cidades mais cosmopolitas da Alemanha, todos são convidados a desbravar a região,acompanhados de um guialocal. Depois é hora de realmente explorar a área: conhecer a gastronomia, beber e visitar os tradicionais bares Ebbelwoi em Sachsenhausen. À noite,hora de curtiras baladas mais cool no distrito bancário. Aliás, universitários, banqueiros e turistas integram-se rapidamente nesta que é uma das cidades com os mais altos e modernos arranha-céus da Europa.

O segundo dia de viagem oferece uma atividade imperdível aos amantes de gastronomia, os viajantes visitam e compram ingredientes no mercado Kleinmarkthalle, em Frankfurt, para participar de uma exclusiva aula de culinária a bordo.

O roteiro oferece ainda um passeio U Time surpreendente para os fãs da serie “Game of Thrones”: uma degustação de vinho no monastério Eberbach, local que foi palco de filmagens da série.

Em Amsterdã, um guia dará dicas práticas e um tíquete de 24 horas para o transporte público. Depois, os passageiros seguem por conta própria para descobrir a cidade. Eles podem vivenciar o charme e a beleza locais em um agradável passeio de barco pelos canais ou visitar regiões descoladas, como Jordaan, Damrak e Kaiserstraat, com seus cafés, bares erestaurantes. Para completar, os guias convidam todos a uma deliciosa degustação de queijos holandeses.

Já ambientados à cidade, 27 de abril é o aguardadoKing’s Day – a data é celebrada desde 2013, quando Willem-Alexander assumiu o trono holandês e comemora seu aniversário com uma enorme festa pelos canais que cortam Amsterdã. A celebração conta commuita música e feiras ao ar livre, além de todos estarem vestidos de laranja, enquanto a família real navega pela cidade.Nessa data os passageiros podem participar da grande festa ou, para quem quiser fugir do agito, visitar a cidade de Haarlem, considerada pelo “Huffington Post” como um dos “10 lugares secretos na Europa que você vai querer visitar”.

Serviço:

Cruzeiro Rolling on the Rheine– 8 dias de Frankfurt a Amsterdã

Quando: 21a 28 de abril

Preço: a partir de US$ 1.266 por pessoa (não inclui parte aérea e taxas)

Onde comprar: Ancoradouro, DiscoverCruises, Qualitours, Queensberry e Velle.

Mais informações: https://www.ubyuniworld.com/us/river-cruises/rolling-on-the-rhine

Aprenda a fazer bolo de cenoura integral sem ovo, com chia e biomassa de banana

20180128_082851.jpg

Oi gente! Fiz este fim de semana e ficou uma delícia. O gel da chia, quando em contato com a água, e a biomassa, substituem o ovo, numa boa. O bolo ficou delicioso, super macio. Indico para o povo vegano. Vejam a receita abaixo.

1 cenoura grande passada no mixer ou liquidificador

2 colheres de sopa de chia de molho em 1/2 xícara de água

1 colher de sopa de biomassa de banana verde

1 xícara de açúcar orgânico (pode ser demerara)

2 xícaras de farinha de trigo integral

1/2 xícara de óleo de milho

1 colher de sopa de pó Royal

Chocolate em pó para a cobertura.

Modo de fazer

Deixe a chia de molho em meia xícara de água por 20 minutos. Enquanto isso, ligue o forno. Rale a cenoura. Numa vasilha, misture todos os ingredientes e mexa até a massa ficar uniforme. Coloque o pó Royal por último. Unte uma forma de tamanho médio quadrada. Asse em forno médio por 40 minutos. Quando esfriar, salpique chocolate em pó passado por uma peneira. Eu uso o chocolate da Amma, que é poderoso e tem gosto de chocolate de verdade. Você vai ver que bolo natureba delicioso.

Aprenda a fazer receita de salmão curado

Praça São Lourenço_Salmão curado no dill, pimenta e erva doce, servido com radicchio,  azeite de alcaparras e limão galego_Wellington Nemeth (6).JPG

Salmão Curado

Rendimento: 1 porção
Ingredientes:

500g de salmão

50g de dill picado

10g de pimenta calabresa

80g de açúcar mascavo

150g de sal grosso

2 unidades de limão siciliano

Sal e pimenta a gosto

Ingredientes para o molho:

50g de alcaparras

100ml de azeite

100g de radicchio

Modo de preparo: Em um recipiente misture o sal, açúcar mascavo, dill e o limão siciliano cortado em rodelas finas. Em outro recipiente, coloque metade da mistura dos ingredientes, acrescente o salmão e sobreponha a outra metade da mistura. Deixe por uma hora e meia. Depois retire o salmão, lave em água corrente para tirar o excesso dos ingredientes. Deixe num escorredor para sair o excesso de água. Fatie o salmão em lâminas finas. Misture as alcaparras e o azeite e adicione as folhas de radicchio. Misture bem e coloque em um recipiente para servir. Sobreponha as lâminas de salmão.

A receita é do restaurante Praça São Lourenço: http://www.pracasaolourenco.com.br

Três receitas para comemorar o aniversário de São Paulo

As receitas são da chef Rita Atrib, do Petit Comité Rotisserie e Deli, para se deliciar. 🙂

cuscuz paulista,  Petit Comite, foto Tadeu Brunelli.jpg

Cuscuz paulista

Ingredientes

150g de cebola picada

75ml de azeite

2 dentes de alho picadinhos

250ml de tomate pelado picado

200g de palmito em rodelas

100g de filés de sardinha em conserva (sem escamas e sem espinhas)

200g de filé de pescada branca

80g de azeitona verde em rodelas

80g de azeitona preta em rodelas

4 ovos cozidos(1 cortado em rodelas para decorar e o restante picado grosseiramente)

150g de farinha de milho

2 colheres de sopa de salsinha picada

Sal e molho de pimenta a gosto

(reservar um pouco do palmito, sardinha, azeitonas, ovos e salsinha para decorar o fundo da forma)

 

Modo de preparo

 

Refogue a cebola e o alho no azeite, acrescente o tomate e refogue mais um pouco até começar a desmanchar. Acrescente a água. Quando começar a ferver, acrescente os demais ingredientes(exceto os ovos, a salsinha, a farinha de milho, sal e pimenta).

Acrescentar a farinha e mexer bem até soltar do fundo da panela. Colocar em seguida os ovos cozidos e a salsinha, a pimenta, e acertar sal se necessário.

Unte com azeite uma forma média de pudim e decore o fundo com os ingredientes reservados. Em seguida despeje a massa na forma, apertando bemcom o fundo de uma colher. Colocar para resfriar coberto com filme plástico.

Desenformar e servir frio ou morno acompanhado ou não de salada verde e um molhinho de pimenta de sua preferencia.

Rendimento médio: 8 porções

Wellington Nemeth - Fotografo

Picadinho de alcatra na ponta da faca

rendimento: 04 a 05 pessoas

1kg de bifes de alcatra picados em tripinhas(na ponta da faca) 3 colheres de sopa de manteiga

3 colheres de sopa de azeite 2 cebolas médias picadinhas 6 dentes de alho picadinho

4 tomates picados em cubinhos, sem pele e sem sementes

2 colheres de copa de molho inglês sal e pimenta do reino a gosto 2 colheres de sopa de salsinha picada

Modo de preparo

Aqueça uma panela e aqueça a manteiga e o azeite, sem queimar. Em seguida, refogue a cebola e o alho. Junte a carne e frite até ficar dourada, mexendo sempre.

Adicione o molho inglês e os tomates.

Cozinhe em fogo baixo, com a panela tampada, até a carne ficar macia. Se necessário acrescente um pouco de água.

Quando a carne estiver macia, e o molho grossinho, tempere com sal e pimenta do reino,apague o fogo e adicione a salsinha.

Sirva acompanhado de arroz branquinho, feijão se desejar, farofa, e ovo frito ou banana grelhada ou à milanesa.

mousse romeu e julieta TBF8667.jpg

Mousse Romeu e Julieta

Ingredientes: 

1 caixinha de creme de leite

1 colher de chá de gelatina em pó incolor e sem sabor

1 xícara de goiabada picadinha

3 claras

1/2 xícara catupiry ou requeijão de bisnaga

Modo de Fazer:

Coloque em uma panela a goiabada com ½ xícara de chá de água, e leve ao fogo.

Derreta mexendo sempre, até obter um doce cremoso(se necessário coloque um pouco mais de água).

Retire do fogo , reserve, e deixe esfriar.

Bata as claras até obter picos firmes, e sem parar de bater, acrescente a goiabada e bata até ficar brilhante. Em seguida acrescente o creme de leite até tudo incorporar bem e reserve.

Hidrate a gelatina em 1 colher de sopa de água e leve ao fogo em banho-maria até dissolver.

Com a ajuda de uma espátula, acrescente a gelatina aos poucos, mexendo sempre, em movimentos circulares, de baixo para cima(sem esquecer as bordas)

Transfira para uma tigela e deixe gelar por aproximadamente duas horas. Após estar firme, decore com fios do requeijão.

Se desejar, coloque a mousse em pequenos recipientes ao invés das tigela, finalizando também com o requeijão.

Rendimento médio: 05 a 06 porções.

(Fotos: divulgação)