Aprenda a fazer tarte tatin

 

A história que envolve a tarte tatin é uma das mais controversas da culinária. Muitos dizem a receita foi criada acidentalmente pelas irmãs Stéphanie e Caroline Tatin, em 1889, em Lamotte-Beuvron, burgo ao sul de Orléans, no Vale do Loire.

Elas teriam deixado a torta pronta cair ao chão, por um acidente, num dia movimentado, no hotel que haviam herdado do pai, percebendo que o quitute ficava mais atraente com as maçãs douradas aparentes e não encobertas pela massa.

 

Apesar do conto poético ser passado de geração em geração, dentro e fora da França, há pessoas que discordam.

O pesquisar Jeffrey Steingarten, crítico de gastronomia da Vogue, autor do livro “O Homem que Comeu de Tudo”, lançado no Brasil pela editora Companhia das Letras, diz que o caso é balela. Em suas pesquisas culinárias ao redor do mundo, ele chegou à região do Loire e, após diversas entrevistas, bateu o martelo: “a mecânica dessa história não faz sentido; e uma tarte semelhante já era popular em todo o Orléanais antes de 1850”.

Ele fala que a história das irmãs Tatin faz parte dos contos de fadas da gastronomia, como aquela de Ruth Wakefield, que teria inventado os biscoitos toll house quando, economizando tempo para assar seus biscoitos, acrescentou pedacinhos de chocolate meio amargo em vez de derretê-lo antes, ou aquela do molho beurre blanc, que teria sido inventado por volta de 1900, quando o assistente do cozinheiro do marquês de Goulaine omitiu as gemas de ovo quando preparava sauce béarnaise.

Jeffrey pode ter razão. Acho pouco provável que a torta tenha caído ao chão e que as irmãs, na correria da cozinha, tenham conseguido recolhê-la inteira. Só de cortá-la delicadamente, esta torta já se desfaz.

Acho ainda que a gastronomia francesa não rima com improvisos. Trabalhei três anos em cozinhas do país e invenções, se não forem geniais, são desprezados. Acho sinceramente que a torta foi criada como ela se apresenta hoje. Tavez as irmãs Tatin fossem mestres em criar boas tortas para os comensais de passagem pelo hotel da sua família.

 

Minha receita

Para a massa
Ingredientes
200 g de farinha de trigo (1 xícara e meia, mais ou menos)
125 g de manteiga gelada em cubos (meio pacote)
1 colher (sopa) de açúcar
1 pitada de sal
1 a 3 colheres (sopa) de água gelada
Modo de Preparo
1. Corte a manteiga em cubinhos. Numa tigela, coloque a farinha e os cubinhos de manteiga e misture com as mãos, formando uma farofa.
2. Em seguida, acrescente o açúcar e o sal e misture com as mãos. Adicione uma colherada de água gelada por vez, conforme a necessidade. Vá verificando o ponto da massa. Ela massa deverá ficar lisa e homogênea.

3. Faça uma bola e coloque-a entre duas folhas de plástico filme (pode ser qq plástico, inclusive saquinho de supermercado) e abra a massa até que fique com o tamanho da forma que vc for usar.

Para o recheio

Ingredientes

8 maçãs grandes sem pele, cortadas em oito partes cada (sem sementes)

1/2 limão

125 g de manteiga  (meio pacote)

1 1/4 xícara (chá) de açúcar

 

Modo de Preparo

1. Com uma faquinha afiada, descasque as maçãs e retire as sementes. Corte a maçã (na vertical) em 8  partes e as coloque numa travessa com água e o suco de ½ limão (o limão não deixa que os pedaos escureçam).

2. Numa panela, coloque o açúcar, a manteiga e as maçãs cortadas.

3- Deixe cozinhar até que as maçãs sejam facilmente perfuradas com a ponta de uma faca. (cada pedaço de maçã deve ficar bem dourado).

4. Preaqueça o forno a 180ºC .

5. Numa fôrma redonda antiaderente, distribua as maçãs. A seguir, colocar por cima das maçãs, a massa aberta, até cobrir toda a superficie.

6. Leve a torta ao forno preaquecido e deixe assar por 25 minutos ou até que a massa fique dourada.

9. Retire a torta do forno e deixe esfriar um pouco.

10. Para desenformar a torta, coloque um prato sobre a fôrma, segure bem e vire de uma vez. Se a torta não desenformar de imediato, dê alguns soquinhos na fôrma. Não deixe a torta esfriar muito, pois você correrá o risco de ela ficar grudada na fôrma. Neste caso, e só em último caso, aqueça um pouquinho a torta em fogo baixo e repita a operação. Sirva morna com sorvete de creme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s