Panini como em Milano

                                                  brera

São Paulo agora tem uma sanduicheria  dedicada aos panini. Trata-se da Brera – Il Panino Italiano, nos Jardins, com opções que podem ser recheados de presunto de Parma, queijo brie e tomate fresco ou então com mortadela fininha, queijo de cabra, folhas de manjericão e orégano e opções com rosbife. Os pães são fornecidos pela Em Nome do Pão. Um dos proprietários é o italiano Edoardo Tonolli, sócio da sorveteria Bacio di Latte, ao de Saverio Gardino. Fizemos algumas perguntas para Gardino:

Brera é o nome de um bairro em Milão e é também um lugar, em São Paulo, onde se pode comer panini, como os que existem na Itália. Como surgiu a ideia?
Eu nasci em Brera. Conversando com Edoardo Tonolli, imaginei abrir uma paninoteca, mas na Itália ou no México. Edoardo, que já tinha aberto a Bacio e estava fazendo um grande sucesso, sugeriu o Brasil. Juntamos ideias, ele falou com seus amigos Fabrizio, Oliver e Michelle, hoje são nossos sócios, e depois de dois meses, eu já estava no Brasil. Isso foi em Setembro de 2011.

Vocês viajaram por toda a Itália antes de definirem o cardápio, não é? Como foram essas viagens?
Foi uma viagem de 30 dias, mas não 30 dias corridos. Passamos três, quatro dias em cada região, tendo Milão como nossa base. Fomos ao Piemonte para descobrir os queijos e os embutidos; à Toscana para experimentar vinhos e carnes, depois passamos pela Sardenha, onde também existem bons vinho, fomos para a Úmbria… Nessas pequenas viagens, fomos descobrindo sabores da Itália.

Vocês importam a maioria dos ingredientes ou já descobriram similares brasileiros?
80% dos produtos da Brera são importados: todos os nossos frios, os queijos. A gente encontrou algumas empresas que fazem queijos ótimos, como os que a gente encontra na Itália, no interior de São Paulo. São produtos caros feitos por famílias italianas que vivem no Brasil. Alguns, a gente comprar deles. Nem tudo se pode importar, há produtos que não são permitidos. Então, o que se pode, a gente traz da Itália, o que não pode, a gente procura. Mas o produto tem que ser muito bom, idêntico ao italiano se não, a gente não vai ter no cardápio. Isso é certo. A muzzarela, por exemplo, é da Bufalina, que é um produto top, bem parecida com a italiana. Não é como a muzzarela de Nápoli, mas é muito boa.

Brera se mostra um sucesso. Vocês pretendem abrir outras unidades?
Sim, pretendemos, mas tudo no seu tempo. Não queremos dar um passo maior do que podemos.

Por fim, de que mais gosta em São Paulo? O que a cidade tem que encanta um jovem italiano?
São Paulo, como todo mundo fala, é a Milão do Brasil. O Rio é Roma e São Paulo é Milão. A coisa linda que eu sinto em São Paulo é essa energia jovem, as pessoas querem fazer as coisas. Os brasileiros gostam de novidade. Nossos clientes são exigentes. Tudo tem que ser muito bem feito. Por outro lado, São Paulo é muito grande. Às vezes, tenho saudade da minha pequena Milão. Ao mesmo tempo, a cada dia, eu amo mais São Paulo.

Serviço: (11) 3804-7755

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s