Aprenda a fazer churrasco em casa em algumas lições

foto

Na sexta passada acabei a cobertura do Mesa Ao Vivo, evento da revista Prazeres da Mesa, que aconteceu no Etec Santa Efigência, em meio a centenas de chefs de cozinha do mundo todo.

Um dos destaques deste ano foi a grande churrascada que transformou o pátio da escola numa grande festa. Lá, conheci Clarice, a churrasqueira, gaúcha que veio participar do evento com seu choripan.

Pedi a ela algumas dicas para se fazer o churrasco ideal. Veja abaixo o que a moça tem a dizer:

clarice carnes e churrasqueira

– Um churrasco perfeito acontece quando observamos principalmente três itens: carne, fogo e tempo;

– A escolha das carnes é muito importante. Quando escolhemos as carnes devemos optar pelas peças com procedência e carimbo de inspeção sanitária. E com uma manipulação perfeita pelo açougueiro deixando ela uniforme e de ótima aparência, tirando o que não é necessário;

– O fogo deve ser preparado uns 40 minutos antes dos convidados chegarem, pois deve estar com um bom leito de brasa para receber as carnes. O leito de brasa perfeito proporciona o efeito perfeito na carne, sem precisar de labaredas, que são desaconselháveis. Observe para que, com o tempo, a brasa vá acontecendo. Para saber se está na temperatura certa para colocar a carne, posicione sua mão na primeira altura acima da brasa e conte até cinco. Se aguentar até cinco, o fogo está perfeito para colocar as carnes;

– As entradas vão para a grelha primeiro e em seguida as carnes em medalhões, como a picanha e o entrecôte,  que deverão ser salgadas na hora de colocar na grelha. Para grelhar coloque a grelha a 15 cm da brasa;

– Quando a parte de cima da carne (picanha e entrecôte) começar a ficar umedecida, com gotículas de água, significa que está quase na hora de virar. Observe a parte de baixo e veja se já está dourada para então virar;

– Para as peças maiores, como costela, picanha inteira e maminha, espete e coloque no último andar da churrasqueira, pois elas precisam de mais tempo para assar;

– A costela deve ser colocada sempre com os ossos para baixo. Quando a carne começa a deslocar do osso, deve ser virada para dourar a outra parte. Ao todo, pode levar ao redor de duas horas e meia;

– A picanha inteira deve ser colocada com a gordura virada para cima e assar até ficar mais inchada e dourada. Vira-se uma única vez então com a gordura da baixo para deixar ela dourada e crocante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s