Serra da Mantiqueira e seus encantos gastronômicos

serra-da-mantiqueira-11.jpg

Outro dia, li num site que a Serra da Mantiqueira, que vai da região bragantina e passa pelo Vale do Paraíba, fazendo divisa entre os estados de São Paulo, Minas e Rio de Janeiro, foi eleita como o 8º local de área protegida mais insubstituível do planeta.

O estudo publicado pela revista Science foi feito pela International Union for Conservation of Nature e o ranking analisou 78 lugares, que englobam 137 áreas protegidas em 34 países.

A cadeia de montanhas da Mantiqueira inicia perto de Bragança Paulista, passa por Espírito Santo do Pinhal, Santo Antônio do Pinhal, Campos do Jordão, Visconde de Mauá, e se expande majestosa. É conhecida pelas temperaturas amenas, principal atrativo aos turistas que frequentam a região.

monica rangel.JPG

Do lado do Vale do Paraíba, o turismo é desenvolvido e a gastronomia é festejada, graças, em parte, ao trabalho da chef Monica Rangel (foto acima), dona do ótimo restaurante Gosto com Gosto. Monica promove anualmente um festival em torno do pinhão (do qual já fui jurado por dois anos), produto vem das araucárias e é versátil na culinária.

Comentei da matéria  sobre a Mantiqueira (leia texto completo aqui) com o empresário João Staut, de Espírito Santo do Pinhal ~ cidade em que nasci ~ e então falamos sobre os atrativos gastronômicos da serra, nos arredores de Andradas, Poços de Caldas, Pinhal, Águas da Prata, Soa João da Boa Vista.

azeite-de-oliva-produzido-em-andradas-vira-destaque-nacional-g-03112015-095438.jpg

Há produção de azeite em Andradas (foto acima), Machado, Maria da Fé, João me disse. Em Bueno Brandão, há uma produção importante de queijos (www.serradasantas.com.br).

O vinho sempre foi feito em Andradas, graças aos italianos que se instalaram, no século XIX, ao pé da serra. O destaque é para a Casa Geraldo, mas a cidade tem inúmeras vinícolas familiares. Agora, a região ganha nova vinícola de produtos finos, a Guaspari, criada em Pinhal (foto abaixo), e que começa a fazer vinhos dignos dos principais concursos, mundo afora.

guaspari.jpg

Há ainda, na região, a produção de alguns dos melhores cafés do Brasil, com destaque para Espírito Santo do Pinhal, Carmo de Minas (conheci este café numa prova, na Nespresso, esta semana, e é muito bom!), Jacutinga, Lambari.

O local também começa a se destacar por sua gastronomia, com bons restaurantes em São João da Boa Vista. O Opção Trattoria, em Pinhal, é um destaque das boas mesas na serra. A casa faz questão de usar produtos regionais em seus pratos e bebidas, como a polenta feita em moinho antigo, matéria que dei no blog, no fim do ano passado (leia aqui!).

polenta2.jpg

Se as estâncias climáticas da região de Campos do Jordão são há algum tempo um dos principais destinos turísticos da Mantiqueira, desconfio que paulistanos estão agora se voltando para a parte da serra que se estende entre Andradas, Espírito Santo do Pinhal, Águas da Prata.

O local sempre teve vocação para o turismo, mas talvez, antes, não estivesse tão organizada quanto a região de Campos. Mas agora está! Percebo isso quando passo pela estrada que liga Pinhal a Andradas, e vejo as tantas lojas de queijos  artesanais; em visitas ao mercado central, de Poços de Caldas; através da nova produção vinícola de Pinhal; no capricho dos pratos do Opção Trattoria; em pousadas charmosas da região, em que se destacam a pousada do Barthô e a Villa do Poeta, ambas em Pinhal. Se você não conhece ainda, fica a dica! Vale a pena!

opcao1_bx.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s