Eu só quero chocolate – minha visita à Expo Chocolate

Casa-Main.jpg

Fui ontem passear na feira Expo Brasil Chocolate 2017, que acontece até hoje, 8, no Centro de Convenções Frei Caneca, em SP. O evento tem participação de produtores e comerciantes de todo o Brasil, e apresenta novidades, novas técnicas e melhorias na produção do chocolate, com a exposição de equipamentos, embalagens e matéria-prima.

No Brasil, a indústria do chocolate tem faturamento de R$ 12,4 bilhões anuais. E o consumo per capita é de 2,8 kg, por ano, igualando-se à Itália.

Meu foco era conhecer novos chocolates. Provei dois que gostei muito, o Espírito Cacau, da cidade de Linhares, no Espírito Santo; e o CasaLuker, da Colômbia.

Fundada em 1906 na Colômbia, a marca CasaLuker tem produtos derivados de cacau Fino de Aroma, com ampla gama de chocolates, massa e manteiga de cacau, cacau em pó e grãos de cacau com certificações em qualidade que atendem aos mais altos padrões internacionais. A Colômbia que é mundialmente conhecida por produzir alguns dos melhores cafés do mundo, também produz bons cacaus. Os chocolates CasaLuker (estão no estande da Emulzint) têm aromas frutais, florais e nuances de malte. São feitos com os cacaus Criollos e Tributários e são bastante originais, com gostinho de licor de chocolate, embora representantes da marca tenham me dito que não há álcool nos produtos.

 

chocolatesespiritocacau03-626x469.jpg

Outro chocolate que conheci foi o Espírito Cacau. Falei com o diretor de marketing da casa, Orlando Gligani, que trabalhou por muitos anos na marca Kopenhagen, decidindo deixar a cidade grande para morar próximo às plantações de cacau do Espírito Santo. Provei três deliciosos sabores, 31% (ao leite), 46% e o 70%. Bastou um mordida em cada um deles para eu perceber que os produtos são de primeira. Tem aquele gosto de chocolate de verdade, que é impossível encontrar nas gôndolas dos supermercados e mercearias do Brasil.

Ao olhar os ingredientes de uma barra de chocolate, você percebe que um produto tem quantidade boa de cacau olhando a sequência de produtos. A maioria começa por açúcar. Muitos trazem açúcar, leite, gordura hidrogenada e a massa de cacau vem lá no fim. Ou seja, o cacau passa longe desses produtos.

Os dois que provei na visita às Expo Chocolate trazem cacau como o primeiro ingrediente. Eles deviam servir de exemplo para a industrial nacional. São 100% naturais, saudáveis e saborosos, utilizando ingredientes naturais, isentos de corantes, conservantes (como a famigerada gordura hidrogenada) e aromatizantes.

Uma pena que a legislação brasileira do cacau é tão falha! Isso permite que sejamos enganados quando compramos uma barra. Na minha opinião, o chocolate da Nestlé de supermercado é o pior de todos. É até pior do que o Lacta e o Garoto. A Brasil Cacau e o Cacau Show têm alguns produtos bons, mas a maioria ainda é muito ruim. Gente, vamos melhorar o chocolate do Brasil?

Mas voltando à feira, visitantes que realizarem compras acima de R$ 30, na Praça do Cacau, concorriam ao sorteio de uma barra de chocolate de 20 quilos por dia, confeccionada pelo chef Ednei Bruno (Le Chef Gatô). O espaço da feira ainda tem exposição de bolos esculpidos. Mais de 80 profissionais foram convidados para inspirar o público com propostas bacanas de bolos decorados.

Bem, aproveitei a visita para tomar um Café da Condessa, com nossa amiga Maria Carolina de Lima, produtora de um bom café no Sul de Minas Gerais. A marca está com um estande na feira, servindo um café gostoso como sempre.

Se você gosta de chocolate de qualidade, vale conhecer a feira, que termina hoje. Veja mais informações aqui: http://www.expobrasilchocolate.com.br

Anúncios

Dez dicas para o brigadeiro ideal

IMGP5334

 

Brigadeiro todo mundo sabe fazer, né? Mas nunca é demais acrescentar dicas para o doce ficar mais gostoso. Seguem algumas delas, dadas por Adriana Santos, da Brigadeiro da Villa, loja instalada na Vila Madalena, em São Paulo.

 

– Utilize bons ingredientes;

 

– Leite condensado é suficientemente doce, não é necessário adicionar qualquer tipo de açúcar, por isso, evite adicionar ingredientes que vão colocar mais açúcar no brigadeiro;

 

– Tenha paciência, um doce gostoso precisa de tempo e cuidado; fogo alto e brigadeiro não combinam;

 

– A base de todo brigadeiro é a mesma: uma lata de leite condensado, duas a três colheres de cacau, uma colher de sopa de manteiga, 50 ml de creme de leite – se quiser variar o sabor, é só retirar o cacau e incluir outro ingrediente;

 

– Evite usar granulado daqueles prontos, compre uma barra de chocolate de boa qualidade e rale para usar no lugar (fica mais fácil se ralar com o descascador de batata);

 

IMGP5302

 

– Brigadeiro feito em panela de alumínio fica melhor, não gruda e fica mais fácil de detectar o ponto correto;

 

– Quando começar a ver o fundo da panela, quer dizer que está no ponto para comer o doce com colher. Para enrolar, precisa ficar alguns minutos a mais;

 

– Fazer infusões no creme de leite é uma boa saída para dar novos sabores ao brigadeiro;

 

– Cuidado com brigadeiros feitos com frutas, o consumo deles deve ser imediato, pois a fruta começa a soltar água e faz com que o produto perca na qualidade e no sabor;

 

– Brigadeiros recheados são boas opções. Você pode fazer um brigadeiro de coco e colocar como recheio de um brigadeiro de chocolate, por exemplo;

 

Serviço: Brigadeiro da Villa,  Rua Cristovão de Burgos, 74 – loja 6 – Vl. Madalena

Fotos: Divulgação

 

Faça em casa ambrosia zero açúcar

doce caseiro

A receita é simples e foi passada pela Lowçucar. Veja abaixo.

Ingredientes:

1 embalagem de pó para preparar leite condensado zero açúcar (220g)

4 colheres (sopa) de adoçante culinário (32g)

2 xícaras (chá) de leite desnatado (400 ml)

4 ovos (200g)

3 a 5 cravos-da-índia

Modo de preparo:

Prepare o leite condensado conforme as instruções da embalagem. Coloque em uma panela com o leite, o adoçante, os cravos e deixe ferver. Na batedeira bata as claras em ponto de neve, adicione as gemas aos poucos e bata por mais 2 minutos aproximadamente. Acrescente a preparação da panela com o restante dos ingredientes e deixe cozinhar. Quando a parte de baixo estiver consistente, corte e vire na própria panela para que a outra parte cozinhe. Retire do fogo e coloque em um refratário. Se preferir decore com cravos.

Rendimento: 18 porções de 55g com 74 Kcal cada

Receita: arroz doce com capuccino zero açúcar

Arroz Doce de Cappuccino - em alta

Já imaginou um arroz doce que não seja uma bomba calórica? Este aqui leva zero açúcar e ainda por cima é feito com leite desnatado. Segue a receita… 

Ingredientes:

1½ litro de leite desnatado

1 xícara (chá) de arroz lavado e escorrido

1 embalagem de Pó Para Preparo de Sobremesa Sabor leite condensado

2 colheres (sopa) de pó de cappuccino light (30g)

1 embalagem de creme de leite light (200g)

Modo de preparo:

Prepare o leite condensado seguindo as instruções da embalagem. Reserve. Em um recipiente fundo, coloque o arroz, o leite e deixe descansar por 30 minutos. Em seguida transfira para uma panela e cozinhe em fogo baixo, mexendo por aproximadamente 50 minutos ou até ficar macio. No final do cozimento a preparação deve estar cremosa. Adicione o leite condensado, o cappuccino, mexa e deixe por aproximadamente 10 minutos ou até que o arroz esteja macio. Em seguida coloque em um refratário e sirva quente ou gelado.

Rendimento: 27 porções de 60g com 87 Kcal cada

Receita: cheesecake com calda de physalis zero açúcar

Cheesecake de Physalis - alta

Empolguei nas sobremesas light. Margareth, que me passou a receita do churros zero açúcar mandou outras opções de doces light. Vou dar todas aqui. Hoje é a vez do cheesecake com calda de physalis zero açúcar. Divirtam-se.

Ingredientes:

Massa:

1 embalagem de wafer zero açúcar sabor chocolate

2 colheres (sopa) de margarina culinária (40 g)

Recheio:

1 embalagem de pó para preparo de sobremesa sabor leite condensado zero adição de açúcares (220g)

1 embalagem de creme de leite fresco light (300g)

1 embalagem de cream cheese light (150g)

1 embalagem de gelatina em pó incolor e sem sabor (12g)

Geleia:

1 xícara (chá) de frutose Lowçucar (140g)

75g de physalis sem pele picado

¾ xícara (chá) de água (150 ml)

Modo de preparo:

Massa: Em um recipiente triture com as mãos o wafer e amasse até ficar esfarelado. Adicione a margarina e misture. Recheio: Prepare o leite condensado conforme as instruções da embalagem. Reserve. Hidrate a gelatina conforme as instruções da embalagem e reserve. Na batedeira, bata o creme de leite até dar ponto de chantilly. Em seguida acrescente o cream cheese, o leite condensado e bata até homogeneizar. Adicione a gelatina hidratada e bata novamente. Reserve. Geleia: Em uma panela, coloque a frutose, a physalis, a água e leve ao fogo até dar ponto de geleia. Montagem: Forre com a massa uma forma de aro removível de 23 cm de diâmetro por 6 cm de altura. Acrescente o recheio e leve para gelar por 3 horas. Solte as laterais da forma e com auxílio de uma espátula, transfira a torta para um prato e cubra com a calda já fria.

Rendimento: 28 porções de 50g com 119 Kcal cada

Receita: mini churros zero açúcar

Churros - alta

Numa pensei um dia em comer churros sem açúcar. Eis que provei e ficou bom. Se não soubesse, talvez não diria que não leva o produto. Achei que esta pudesse agradar a quem segue blogs de culinária. Segue a receita, pessoal.  

Ingredientes:

2 xícara (chá) de água (400 ml)

3 colheres (sopa) de adoçante culinária Lowçucar (18g)

1 colher (café) sal light Magro 70% menos sódio (3g)

2 xícara (chá) de farinha de trigo (240g)

2 colheres (sopa) de margarina culinária (40g)

Recheio:

1 embalagem de doce de leite Lowçucar zero adição de açúcares (200g)

frutose Lowçucar e canela em pó para polvilhar

Modo de preparo:

Leve ao fogo uma panela com a água, a margarina e o sal. Quando estiver fervendo coloque a farinha toda de uma vez e mexa bem até formar uma e massa e desgrudar da panela. Tire da panela coloque em uma superfície para moldar, o ideal é ter a maquininha de churros, mas se não tiver modele em formato de rolinhos e corte do tamanho que quiser. Para rechear é necessário perfurar todo o centro do rolinho. Se não tiver a maquininha pode se usar embalagem tipo de catchup, nesse caso terá de cortá-los menores e fazer mini churros. Depois de moldar, perfurar, tem que fritar em óleo bem quente para dourar. Finaliza com canela e frutose.

Rendimento: 30 porções de 30g com 68 Kcal cada

Polêmica em torno da Nutella

nutella

Numa entrevista ao  francês Canal+, Ségolène Royal, a ministra francesa da Ecologia, Desenvolvimento Sustentável e Energia, alertou para a “desflorestação massiva” causada, em parte, pelo óleo de palma, um ingrediente-chave para produzir a Nutella, o creme de barrar de avelã com cacau mais famoso do mundo.

Até aqui tudo bem, não fosse Ségolène apelar aos consumidores para pararem de comer Nutella. As reações não se fizeram esperar: do fabricante italiano ao gulosos fãs da Nutella, passando também pelo governo italiano e Greenpeace. Royal acabou por pedir desculpa.

A Ferrero, fabricante da Nutella, emitiu de imediato um comunicado, sem aludir diretamente às declarações da governante francesa, onde diz que assumiu “compromissos para se abastecer de óleo de palma de forma sustentável”. A maior percentegem de óleo de palma usada pela Nutella provém da Malásia (80%) e o restante é importado da Papua Nova Guiné, Indonésia e Brasil, informa a marca.

A organização ambientalista Greenpeace frisou também à Quartz que não é necessário parar de comer o creme de barrar e disse que se opõe ao boicote de produtos com óleo de palma na sua composição porque isso não “resolve os problemas de produção”.

E, adiantou a organização, a Ferrero é uma apoiante do Grupo de Inovação de Óleo de Palma, que inclui a Greenpeace,  outras organizações não-governamentais, alguns produtores de óleo de palma e tem “uma política ambiciosa” para melhorar a sua oferta deste ingrediente.

“Consideramos, portanto, que a Ferrero é uma das empresas voltadas para o consumidor mais progressistas em relação ao abastecimento de óleo de palma”, declarou a organização ambiental.

Depois das declarações de Ségolène Royal, o seu homólogo italiano, Luca Galletti, também decidiu responder-lhe: “Deixe os produtos italianos em paz”, ironizando ainda, cita o Guardian, que o seu jantar seria… pão com Nutella. Já o ministro italiano da Agricultura, Michele Anzaldi, exigiu que Royal pedisse desculpas.

Com as reações nas redes sociais, a ministra francesa, que sugeriu que a Nutella fosse feita “com outros ingredientes”, utilizou o Twitter para pedir desculpa. “Mil desculpas pela polêmica sobre a Nutella. Concordo que o progresso feito deve ser reconhecido.”

A Nutella, que até tem um dia próprio, é consumida em todo o mundo – em crepes, bolos, waffles e outras guloseimas. França, refere o Business Insider, consome 26% de toda a Nutella produzida globalmente. Em Portugal, a febre da Nutella também existe e no último ano abriram sete lojas de sobremesas do doce em Portugal.

No Brasil, a loja mais conhecida da marca fica no mercado gourmet Eataly. Achei este post bastante relevante para um blog de gastronomia. Por isso eu o reproduo aqui.

Post do jornal português http://www.publico.pt

eataly nutella

Chef Ana Luiza Trajano e Cacau Show lançam linha especial de chocolates

packs

Os sabores típicos brasileiros pesquisados pela chef Ana Luiza Trajano, do Brasil a Gosto, agora recheiam chocolates. Ontem fui ao seu restaurante para o almoço de imprensa em que ela apresentou a linha Brasil a Gosto, da Cacau Show. os produtos estarão disponíveis nas quase 2 mil lojas da marca, em todo o Brasil, em meados deste mês.

A linha Brasil a Gosto é composta por bombons, tabletes e banhados. As novidades combinam chocolate com alta concentração de cacau e ao leite com geleias de frutas de sabor singular, como maracujá-da-caatinga, bergamota-montenegrina e umbu. As castanhas, provenientes do Acre e do Piauí, dão o toque especial aos tabletes e prometem uma intensa experiência.

“A criação da linha Brasil a Gosto, em parceria com Ana Luiza, tem como objetivo surpreender os apaixonados por chocolate com um conceito inovador. É um projeto encantador, que valoriza a brasilidade e utiliza a matéria-prima de nosso país como base para proporcionar experiências únicas de degustação. Além disso, a criação da nova linha incentiva e apoia o desenvolvimento da agricultura familiar, pois conta com ingredientes provenientes de comunidades sustentáveis. Harmonizamos, nas composições, nosso conhecimento em chocolates, nas suas diferentes intensidades, com o característico carinho, que faz parte de nossa cultura e história”, ressalta Alexandre Costa, presidente e fundador da Cacau Show.

Para a chef, parcerias como essa mostram como a união dos grandes fabricantes com os pequenos produtores pode gerar resultados de sucesso. “Abraçar a causa das comunidades sustáveis é um importante passo para cumprir a missão de valorizar uma cultura tão rica e diversificada quanto a nossa”, afirma Ana Luiza.

Produtos: 

Brasil Agosto_Cx_bombons

Caixa Gostos do Brasil 225 g

A caixa Gostos do Brasil traz 20 saborosos bombons, elaborados com chocolates de diferentes intensidades e frutas. Com cinco bombons de chocolate 70% recheados com geleia de maracujá-da-caatinga, cinco bombons de chocolate 70% com geleia de bergamota-montenegrina e dez bombons de chocolate 28% com geleia de umbu, as novidades proporcionam uma verdadeira viagem gastronômica pelo Brasil. A partir de R$ 32,90.

Brasil Agosto tab 70 100g

Tablete Brasil a Gosto 100 g

O tablete Brasil a Gosto chega ao mercado em duas versões, ambas cobertas de castanhas brasileiras. A primeira opção conta com uma camada de chocolate 28% sobre deliciosos pedaços de castanha-de-caju, amendoim e castanha-do-brasil. Já na segunda opção, as saborosas castanhas aparecem envoltas pelo intenso sabor do chocolate 70%. A partir de R$ 14,90.

 Banhados:

Brasil Agosto_Coberto_Banana

 Banana banhada com chocolate 155 g

Para petiscar em todos os momentos do dia, a Cacau Show apresenta uma deliciosa porção de banana liofilizada banhada com chocolate 28%. É uma sugestão que harmoniza o sabor característico da fruta, tipicamente brasileira, com o clássico chocolate da marca, em uma deliciosa combinação de texturas e sabores. A partir de R$ 25,90. Este foi o meu preferido.

Brasil Agosto_Cobertos_Castanha (2)

Castanha-do-brasil banhada com chocolate 155 g

Os amantes de chocolate de alta intensidade têm mais uma opção para se apaixonar: as castanhas-do-brasil, banhadas com o chocolate 70% da marca. A partir de R$ 25,90.

Gostei de todos. O meu preferido é o a banana banhada de chocolate ao leite.

Aliás, o chocolate ao leita da Cacau Show usado na receita está muito bom… me surpreendeu.

Serviço: http://www.cacaushow.com.br

Fotos: divulgação

Cheesecake de goiaba e de frutas vermelhas com ganache de chocolate

Aprenda a fazer cheesecake com a chef Fernanda Melnik Zekcer, da Cheesecakeria, casa de Moema, São Paulo.

Cheesecakeria Friutas Vermelhas-3396

Fresh berries e ganache de chocolate cheesecake

(8 porções)

Ingredientes: Massa:1 pacote de bolacha de chocolate, 100 g de manteiga sem sal. Recheio: 4 claras, 4 gemas, 400 g de cream cheese, 2 colheres (chá) de suco de limão, 6 colheres (sopa) de açúcar, 4 colheres (sopa) de farinha de trigo, 8 colheres (sopa) de creme de leite, 1 lata de leite condensado e 2 colheres (sopa) de açúcar. Cobertura: 200 g de chocolate meio amargo, 200 g de creme de leite, frutas vermelhas frescas (amora, framboesa, mirtilo e morango) para decorar.

Modo de fazer: Triture as bolachas e misture com a manteiga amolecida até formar uma massa homogênea. Forre uma forma de fundo removível e leve ao forno a 180 ºC por 10 minutos. Reserve. Bata as claras em neve com 2 colheres (sopa) de açúcar e reserve. Na batedeira, bata o cream cheese e acrescente os demais ingredientes. Coloque delicadamente as claras em neve até ficar um creme uniforme. Despeje o creme sobre a base de bolachas e leve ao forno, preaquecido a 180 ºC, por aproximadamente 50 minutos. Retire do forno quando as bordas estiverem firmes e o meio um pouco mole. Espere esfriar e coloque na geladeira por 4 horas. Ganache: Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas e misture com o creme de leite até formar um creme liso. Montagem: Desenforme o cheesecake e passe uma fina camada de ganache por cima (que servirá para fixar as frutas). Decore com as frutas e sirva.Cheesecakeria-3268Cheesecake de goiaba

(12 porções)

Ingredientes para base:1 pacote de bolacha maisena, 75g de manteiga. Ingredientes para o recheio:150 g de açúcar, 600g de cream cheese, 3 ovos, suco de um limão, gotas a gosto de essência de baunilha. Ingredientes para a calda de goiaba: 200g de goiabada de sua preferência, 100 ml de água mineral.

Modo de preparo: Tritura a bolacha maisena e reserve. Derreta a manteiga em micro-ondas e junte à farinha da bolacha até formar uma massa consistente. Em uma forma de fundo falso, unte a base com manteiga e papel manteiga e coloque a massa de bolacha, apertando com as mãos no fundo e nas laterais. Coloque no refrigerador por 10 min. Coloque na batedeira o cream cheese e os 150g de açúcar e bata em velocidade média até a mistura ficar homogênea e cremosa. Acrescente os ovos um de cada vez e bata até que cada um seja completamente incorporado; só então acrescente o seguinte. Depois coloque uma farta colher de sopa de suco de limão e por último as gotinhas de baunilha. Acenda o forno e deixe pré-aquecer em 180 C. Distribua o recheio na forma bata levemente a forma sobre uma superfície para eliminar as bolinhas de ar e leve ao forno por aproximadamente 45 minutos ou até que o recheio esteja firme no centro. Tire do forno e deixe esfriar. Leve ao refrigerador, por pelo menos 8 horas para adquirir consistência. Para fazer a calda, corte a goiabada em pedaços e coloque em uma panela com a água para dissolver. Se precisar, dissolva os pedacinhos   de goiabada com um mixer. Deixe esfriar. Desenforme a torta e cubra com a calda de goiabada fria. Bom apetite! Serve 12 pessoas.

Serviço: Cheesecakeria – Rua Canário, 499, São Paulo, tel.: (11) 4117-0400

Aprenda a fazer pavlova de frutas vermelhas

image003

A receita é simples e deliciosa. Vem da Fratelli, no Rio.

Ingredientes: Para a base de suspiro: clara de ovo 150g, Açúcar 300g. Para o chantilly: creme de leite fresco 250g; açúcar 25g; fava de baunilha 1/2 unidade. Para a calda de frutas vermelhas: morango 80g; amoras 80g; mirtilo 80g; framboesa 80g; açúcar 120g

Modo de Preparo: Coloque as claras, em temperatura ambiente, em uma batedeira. Comece a bate-las juntando um pouco o açúcar. Deixe bater por 10 minutos na velocidade máxima, ou espere até que todos os cristais de açúcar tenham se derretido. Coloque o composto em um saco de confeiteiro, forre um tabuleiro com um tapete de silicone ou papel de forno e faça uns discos de 9cm de diâmetro. Asse no forno em 90C por 90 minutos. Para a calda de frutas, coloque o açúcar em uma panela, junte uma colher de água e faça um caramelo branco. Junte as frutas e deixe ferver até virar uma calda, porém mantenha as frutas em pedaços. Para o chantilly, bata o creme bem gelado com o açúcar e baunilha. Monte a pavlova colocando no prato a base de suspiro, e por cima o chantilly. Finalize com as frutas vermelhas.

Serviço: Fratelli Leblon, Av. General San Martin, 983, Rio de janeiro, Tel: (21) 2259-6699