Qual a melhor caipiroska do Brasil?

Botequim carioca

Após percorrer todo o território nacional provando as mais diferentes receitas de caipiroska, a vodka Smirnoff promove evento no dia 15 de abril, na Vila Butantan (R. Lemos Monteiro, 206), em São Paulo, para premiar a melhor receita desse drink amado pelos brasileiros. O evento tão esperado marca o encerramento da competição que começou em novembro de 2017 e contou com 4 mil bares inscritos na primeira fase.

O voto do público foi responsável por escolher 200 finalistas, anunciados em janeiro, que foram avaliados por um júri especializado nos meses seguintes. A nota dos especialistas somada à opinião popular resultou na eleição de 12 bares, que estarão presentes na premiação servindo suas criações pelo preço fixo de R$10,00.

Entre os 12 bares, destacam-se casas da Grande São Paulo, como o bar Estrela da Matriz, da capital, com sua receita de caju e limão siciliano; a MeiMe Pizzaria, também da capital, com sua criação a base de tangerina, maracujá e manjericão; o Botequim Carioca (foto), de Santo André, com sua caipiroska de banana com limão e canela; o Boteco Adoniran, de São Bernardo do Campo, com sua versão que leva limão siciliano, açúcar, melaço de cana e gelo de garapa de cana. Já no interior de São Paulo, continuam no páreo o Senhor Boteco, de Jaboticabal, com sua caipiroska de abacaxi, manjericão, gengibre, açúcar orgânico e picolé de tangerina; o Bar do Haules, de Jundiaí, com seu drink de rúcula e limão; e o Bar do Maurélio, em Barra Bonita, com uma tradicional feita com limão e açúcar. No litoral do mesmo estado, o Esquina do Chopp, em Santos, segue na disputa com sua caipiroska que leva abacaxi, tangerina, maracujá, physalis e gengibre; e, na mesma cidade, também participa o Original Co. Burger, cuja criação é feita a partir de limão siciliano e cereja marasquino.

Ainda entre os finalistas, está o Tribus Bar, de Balneário Camboriú (SC), com versão feita com limão, morango, abacaxi e kiwi; o Deck Bar, em Londrina (PR), com garapa e limão rosa; e o Baco, em Maringá (PR), com limão siciliano, limão tahiti e xarope de rapadura.

Criado por apaixonados pela caipiroska e para os amantes desse drink que é paixão nacional, o evento é aberto ao público e contará com apresentação do grupo de samba Reduto e também do Dj Rico Capeleiro. Além de ter a chance de provar as criações dos finalistas, quem estiver por lá ainda encontrará comidinhas de foodtrucks.

O grande vencedor será anunciado por Álvaro Garcia, Diretor de Marketing da Diageo PUB e leva para casa o troféu da Melhor Caipiroska do Brasil – Smirnoff 2018.

A Smirnoff foi fundada em 1864 por Piotr Arseneevich (P.A.) Smirnov, que, em pouco tempo, se tornou um dos mais famosos fabricantes de vodka da Rússia e Fornecedor da Corte Imperial. Quando os Bolcheviques assumiram o poder, as destilarias foram fechadas, e o filho de P.A., Vladimir, acabou expulso do país, indo se refugiar na França, onde passou a vender vodka com o nome “Smirnoff”, que deu nova vida à marca.

Anúncios

Carnaval com deus Baco

avek-_-foto-tadeu-brunelli-_

O restaurante Avek, em São Paulo, reúne em um mesmo espaço gastronomia e vinhos de bom custo-benefício. No menu, receitas francesas, com toques brasileiros, do chef Alain Uzan. A loja de vinhos traz rótulos de diferentes partes do mundo, selecionados pela sommelière Luciene Carvalho. Podem ser comprados para consumo no restaurante ou levados para casa, pelo mesmo valor. Falamos com a Luciene, que sugere vinhos pro Carnaval.

Avek _ foto Tadeu Brunelli (6)

Poderia falar sobre alguma harmonização curiosa que você faça no restaurante? Para muitas pessoas, é proibido harmonizar vinho com peixe. Concordo que é uma harmonização mais difícil, mas possível. No Avek, harmonizo perfeitamente o Bacalheu Rústico (bacalhau cozido no vapor e grelhado na chapa, com legumes salteados na wok – ervilha torta, vagem, brócolis, tomate cereja, cebola laminada, alho, estragão, azeitona e ovos regados no azeite) com vinhos portugueses. Os Alentejanos são mais fáceis, pela característica delicada, boa fruta e harmonia.

Avek _ Ostras gratinadas _ foto Tadeu Brunelli (1)

Poderia sugerir alguns rótulos para harmonizações em casa, nesses dias quentes? Casa Rivas Rose, Vinho chileno safra 2012, uvas cabernet sauvignon, carmenere e merlot (R$ 41); Château L Escarelles, vinho Frances, regiao Provence, safra 2012, uvas cinsalt e grenache (R$ 99); Vetiver, vinho Branco Espanhol, safra 2009 uva viura (R$ 70) e Ninfa, espumante Rose, Portugues uva Pinot noir (R$ 158).

image005

Quais vinhos sugere para os dias de Carnaval? Casa Rivas Rose, Chile (R$ 41); Châteauneuf du Pape “Juliette Avril”, França (R$ 199); Le Merlot, França (R$ 65) e Prosecco “Terra serena”, Italia (R$ 58). São leves e delicados, além de serem descomplicadas e de fácil harmonização.

Serviço: Avek, Rua Joaquim Antunes, 48, São Paulo, te.: (11) 2507-5932.

Fotos: divulgação