Aprenda a fazer pizza de brigadeiro

Pizza Brigadeiro, Charles Pizzaria, foto Welligton nemeth (1).JPG

É segunda. Regime? Que nada. Aprenda a fazer a deliciosa pizza de brigadeiro da Charles Pizzaria.

Massa básica (8 pizzas) 

Um quilo de farinha

1 colher de sobremesa de sal

1 colher de sobremesa de açúcar

120 ml de azeite

10 gramas de fermento biológico fresco

500 ml de água

 Modo de preparo: Em um recipiente esfarele o fermento com as pontas dos dedos, acrescente a água, o açucar, o sal e o azeite. Junte o liquido com a farinha em um recipiente e   misture bem até a massa ficar homogênea em ponto de véu. Dividir em oito bolinhas. Deixar a massa descansar por duas horas. Após esse período, abra as massa com um rolo na espessura de uma massa de pizza de sua preferência (pode ser mais grossa ou mais fina).

Cobertura de brigadeiro:

1 lata de leite condensado

1 colher rasa de sopa de manteiga

100 gramas de chocolate ao leite (uma barra)

 Modo de preparo: Leve o chocolate e a manteiga ao fogo baixo. Quando os dois estiverem derretidos, acrescente o leite condensado. Mexa bem até o ponto de colher, isto é, quando o brigadeiro começar a desgrudar da lateral da panela. Logo em seguida, cobrir a pizza com o brigadeiro e polvilhar granulado. colocar na pizza logo na sequência.

Anúncios

Bolo leve de chocolate noir, castanhas e laranja

bolo de c..

A receita é da chef Edir Nascimento e rende 10 porções.

Ingredientes: 1 xícara de nozes pecans,1 xícara e meia de amêndoas, 1 xícara e meia de nozes, 250 g de chocolate amargo picado, meia xícara de açúcar, 8 ovos, uma colher de sopa de raspas de laranja. Ingredientes para a calda: 12 laranjas em gomos perfeitos (sem pele). Meia xícara de mel.

Modo de preparo: Bater as claras em neve e reservar. Moer as nozes em liquidificador, até virarem farinha. Na batedeira, bata as gemas até ficarem clarinhas. Juntar as raspas de laranja e colocar as castanhas moídas, o chocolate e o açúcar. Misturar bem e juntar a clara em neve. Colocar numa forma redonda e levar ao forno por aproximadamente 30 a 40 minutos, até assar. Preparo da calda de laranja: Separar gomos grandes de laranja e colocar no mel por uns 10 minutos. Esquentar bem uma frigideira grande e, com cuidado, levar os gomos, sem mexer, para que não desmanchem. Servir o bolo, cortado em pratinhos, com a calda de laranja, contendo os gomos.

Serviço:

339 Gastronomia: Rua Manuel Jacinto, 339, São Paulo, (11) 3746-5415, WWW.339gastronomia.com.br

Receita: cookies de aveia com gotas de chocolate

cookies1

(receita da chef Angélica Vitali; quantidade, 40; tempo, 30 minutos)

Ingredientes: 250 gr farinha de trigo, 140 g manteiga, 100 g açúcar mascavo, 50 g aveia em flocos, 250 g chocolate em gotas, 1 colher de sopa fermento em pó

Modo de Fazer: Misture a farinha e a manteiga até ficar uma farofa. Misture os outros ingredientes até formar uma massa homogênea. Pré- aqueça o forno a 180ºC. Unte a forma com manteiga e farinha. Faça bolinha como brigadeiros grandes, com a palma da mão, achate para ficar como uma bolacha. Disponha na forma, deixando espaço de 2 cm entre os cookies. Leve ao forno por 15 minutos.

Serviço: http://www.angelicavitali.com/

Brownie natureba leva farinha de amêndoa e cacau puro

blog_gastronomia_culinaria_chocolate

Já que estamos falando do carioca Naturalie Bistrô, da chef Nathale Passos, aproveito para passar a sua receita de brownie sem glúten e sem lactose. Leva cacau 100%, avelã e farinha de amêndoa e fava de baunilha. Mesmo sem provar, aposto que é uma delícia.

Ingredientes: 2 xícaras de farinha de amêndoa; 1/2 xícara de cacau 100%; 2 xícaras de amendoim cru, sem casca e sem sal; 1 xícaras de avelã cru, sem casca e sem sal; 2 xícaras de agave; 3/4 de xícara de óleo de coco; 1 fava de baunilha; 2 colheres de sopa de canela.

Modo de fazer: Em um processador, processar o amendoim e a avelã tempo bastante até que virem pasta. Adicionar óleo de coco, a fava de baunilha, canela e processar. Misturar bem a farinha de amêndoa e o cacau peneirados, e em seguida adicionar duas xícaras da pasta. Guarde o restante da pasta para usar como calda, adicione mais agave se necessário para que fique mais líquida ou doce. Em um tabuleiro médio com papel manteiga, espalhar a massa. Assar por 20 minutos no forno a 200*C. Cortar e desenformar depois de frio. Rende 8 brownies.

Serviço: Naturalie Bistrô, Rua Visc. de Caravelas, 11 – Botafogo, Rio de Janeiro – RJ

 Foto: divulgação

Degustação da Sucré Pâtisserie

Jujuba de Caju (1)

A confeiteira especialista em chocolate Lia Quinderé esteve em São Paulo para degustação de doces da sua loja, Sucré, que fica em Fortaleza (CE). A prova aconteceu na Chocolate Academy, e ela mostrou um trabalho delicado e saboroso.

Brigadeiro de chocolate Belga (1)

Em 2008 ela abriu a sua primeira loja, que hoje é considerada a mais bem sucedida doceria do Ceará.  Hoje conta com mais duas unidades na capital cearense e mais de 20 pontos de vendas no Brasil.

Chocolate 33% com crocante de massa folhada (1)

Lia Quinderé utiliza chocolate belga Callebaut e valoriza produtos brasileiros e regionais em receitas especiais. Eleita “Chef patissière 2013” pela revista Prazeres da Mesa, é considerada uma das melhores de sua geração.

Caramelo de mel de jandaira com crocante de farofa de farinha d´agua (1)

Na prova, havia jujuba de caju, brigadeiro de chocolate belga, chocolate com crocante de massa folhada, caramelo de mel de jandaira com crocante de farinha d’água e bombom de chocolate branco recheado de caramelo de caju. Tudo de comer ajoelhado.

Bombom recheado de caramelo de caju (1)

Ela ainda mostrou os ovos que fez para a Páscoa deste ano. 

OvoÓreo

Serviço: http://www.liaquindere.com.br

Fotos: Divulgação

Aprenda a fazer bolo integral de cenoura da Patrícia

foto (1)

Outro dia, provei o bolo integral com açúcar cristal orgânico da Patrícia. Delicioso, bem feito. Pedi a receita, que fiz na casa da minha mãe, a quatro mãos com ela. Acabei fazendo algumas pequenas adaptações. Ficou ótimo, molhadinho. Passo para vocês, abaixo.

Ingredientes: 4 ovos, duas xícaras de chá cheias de farinha de trigo integral *(usei a Renata integral); uma xícara de açúcar cristal orgânico; 4 cenouras (tamanho médio pro grande sem casca, picadinhas na faca); 1/2 xícara de óleo de milho; ½ xícara de leite; 1 colher de sopa rasa de fermento em pó;

Modo de fazer: num liquidificador, bater todos os ingredientes, menos a farinha de trigo e o fermento em pó. Assim que virar um líquido cremoso, colocar numa vasilha e misturar  o trigo e o fermento. Untar uma forma média. Levar no forno pré-aquecido e deixar por 40 minutos (200º), ou até estar assadinho.

Cobertura: 1 colher de sopa de cacau em pó (usei cacau belga); 10 colheres de sopa de leite; 1 colher de manteiga e 4 colheres de açúcar. Regar o bolo quando tirar do forno. O bolo fica saboroso mesmo sem cobertura.

Chocolate do Combu (PA), gostinho da Floresta Amazônica

foto 1

Finalmente provei o chocolate da ilha do Combu (foto abaixo), este fim de semana. O produto artesanal é feito às margens do rio Guamá, por povos ribeirinhos com o cacau forasteiro local. Este chocolate rústico vem embrulhado numa embalagem linda, com folhas de cacau e é feito por dona Nena, que beneficia dez quilos de sementes de cacau por semana.

combu

O chocolate que vem conquistando chefs nacionais – como o paraense Thiago Castanho, que serve doces feitos com o chocolate em seu restaurante Remanso do Bosque – e paladares gourmets é feito a partir de sementes de cacau que são selecionadas, depois fermentadas e torradas, antes de serem espremidas num espremedor caseiro de carne, o que resulta no chocolate propriamente dito, com a massa e a manteiga do cacau amalgamadas.

cacau

O produto é 100% cacau e vem sem açúcar, o que faz com que sintamos toda a complexidade de aromas e sabores. De acordo com a tabela de sabores lançada pelo produtor baiano Diego Badaró, da Amma, pude sentir/perceber aromas florais de jasmim e gerânio; frutados de cupuaçu, frutas secas e ameixa. Pude ainda provar gostinho de macadâmia, azeitona, baunilha, cogumelo, madeira e manteiga. Mas, o que se destaca mesmo é o sabor de Floresta Amazônica. É como se cada barra fosse um naco amalgamado da floresta e sua exuberância.

cacau

Publiquei, ontem, a foto das barras embrulhadas no instagram e muita gente veio me perguntar onde comprei as barras em São Paulo. Comprei com a Antônia (veja serviço abaixo), que vende cada barra de 100g por R$ 6,50. Pedi quatro e ela fez a entrega na minha casa. Aproveitei a iguaria de várias formas. Eu a comi pura, fiz chocolate quente, que ficou delicioso, barrinhas de chocolate ao leite e de chocolate com açúcar e sem leite. Fiz ainda brigadeiro. Embrulhado em suas folhas, com o aspecto rústico e artesanal, é um belo presente para amantes de gastronomia.

Serviço: Onde comprar os produtos – com Antônia PadvaisKas, do Empório Poitara, tel.: (11) 97310-5024 / 98344-4040

Fotos: banco de imagem e Antônio Carrion

Dez sobremesas para deixar o dia mais feliz

DuJour_Novidades2014-13001

Hoje, fui provar a mousse da Chocolat du Jour, servido nas mesas do chocobar da marca, em São Paulo. O doce é feito com 53% de cacau Pratigi (nacional) e coberto por uma esfera de chocolate, e vem acompanhado por um fone de ouvido e uma molheira com a escolha do cliente para uma das três opções de sabores de calda quente oferecidas: manga com gengibre; abricot com maracujá; chocolate meio amargo (53% cacau) e framboesa. Ao colocar o fone, ouve-se os acordes da “Sonata de Inverno” – “As Quatro Estações”, de Vivaldi, em interpretação de Max Ritcher, com o violinista Daniel Hope. “Me inspirei nas apresentações e experiências do consagrado chefe inglês Heston Blumenthal para esta criação”, diz Claudia Landmann, da Chocolat du Jour. Muito bacabna a experiência. E uma delícia a sobremesa. Aproveitando, gostaria de sugerir mais nove sobremesas inspiradoras de São Paulo. Vejam a seguir.www.chocolatdujour.com.br

imagem_release_241292

Após 11 anos de experiência –com diversos exercícios de mercado por meio de parcerias – a Opera Ganache, do chef pâtissier Rafael Barros, abre a sua primeira loja conceito, na rua Augusta (bem perto da minha casa – não sei se feliz ou infelizmente). A boutique, instalada na charmosa Villa San Pietro, pretende seguir o modelo típico de países como França e Inglaterra, oferecendo guloseimas exclusivas e renovadas dia a dia. Na foto, mousse com brownie, do craque Barros. Rua Augusta, 2542 – loja 7, São Paulo, tel.: (11) 3062 7161

Pain perdu ICI_ICI Brasserie_2

No Ici Bistrô e Brasserie, peça o Pain Perdu Ici (R$ 18). Rabanada caprichada com comporta de pera. É uma delícia. Viciei desde a primeira vez que provei. http://www.icibistro.com.br

210DINER_Devil's Food Cake 2_Tadeu Brunelli

O 210 Diner – do mesmo proprietário do Ici, Benny Novak – tem uma sobremesa que gosto muito: o Devil’s Food Cake, bolo de chocolate regado com calda de chocolate quente e chocolate meio amargo, com sorvete de creme. (R$ 19). http://www.210diner.com.br

Tarte Bourdaloue 2

A Red Boutique Gourmet tem uma torta que é pura felicidade: a Tarte Bourdaloue, receita típica de torta francesa de pera com creme de amêndoas. (R$ 55/Kg). http://www.redgastronomia.com.br

chocolamour 1 mb

No Saj, uma das sobremesas mais simples e sublimes, no meu entendimento: o Chocolamour, em receita original do “Flamingo”. Traz sorvete de chocolate ou creme, farofa doce, calda de chocolate e chantilly. O pequeno custa R$ 14,90 e o grande, R$ 21,90. http://www.sajrestaurante.com.br

Pudim Abade de Priscos alta

Pudim Abade de Priscos da Tasca da Esquina é uma receita secular tipicamente portuguesa, da região de Braga, feita com gemas e açúcar, que nas mãos de Vítor Sobral ganha farofinha de biscoito e calda de abacaxi e coco. Custa R$ 16. http://www.tascadaesquina.com

cheese

Outra sobremesa que merece todas as calorias do mundo é o cheese cake do Na Mata Café. Com calda de goiaba. Custa R$ 18. www.namata.com.br

Torero Valese _ Churros _ divulgação

O minichurros do Torero Valesi vem com calda de Nutella, doce de leite e framboesa. Acompanha sorvete de creme. http://www.torerovalese.com.br

Condessa - Torta Rústica de maça-1

Na Mercearia do Conde e Condessa, não deixe de provar a torta rústica de maçã com sorvete de creme e calda de caramelo. Custa R$ 22, e é para comer ajoelhado. http://www.merceariadoconde.com.br

 Fotos: divulgação

Páscoa, escolha o seu ovo!

Mil Frutas_Páscoa Ovinhos6_Fabio Rossi

A sorveteria Mil Frutas criou para a Páscoa mini ovos de chocolate recheados de sorvete. Os ovinhos podem ser de chocolate branco com recheio de sorvete de framboesa ou de maracujá; ou de chocolate ao leite com recheio after eight (sorvete de chocolate com menta), entre outros. R$ 6 a unidade. Mil Frutas Jardim Botânico: JJ Seabra, s/número, Jardim Botânico, Rio. Tel.:(11) 2511-2550

caffarel

Localizada em Ipanema, no Rio, a Cosa Nostra Deli, comandada por Hélio Casagrande, oferece produtos gourmets diversos para a Páscoa. Da marca Niederegger, a casa traz os ovos nostálgicos de chocolate ao leite com marzipan, que veem em uma charmosa caixinha em formato de ovo e decorada de coelhinhos. Da marca italiana Caffarel (acima) há bombons de chocolate amargo com recheio de limoncello (R$ 99,00/ 180g). Cosa Nostra Deli, Rua Visconde de Pirajá, 303/ Loja 103, Ipanema, Rio. Telefone: (21) 2523-2745

Rir 2Rir Brigaderia criou uma caixinha de ovo com seis brigadeiros decorados (R$ 22) e o ovo de Páscoa trufado recheado com brigadeiros em diversos sabores (R$ 38, 500g). A marca vendeu o doce na última ferinha Gastronômica. Os produtos da marca podem ser comprados também pelo site: http://www.rirbrigaderia.com.br

CAU pascoa 201413965O ovo de caramelo e flor de sal da Cau Chocolates, escolhido como um dos melhores na ‘prova de ovos’ do caderno Paladar, do jornal Estado de S.Paulo, possui uma fina casca de chocolate amargo belga. O recheio de caramelo com flor de sal proporciona textura inusitada e os sabores brincam e aguçam qualquer paladar. Custa R$44 (110g). É um dos destaques da marca. Rua Peixoto Gomide, 1740, São Paulo. Tel. (11)3081-9820 DSC_0056O meio ovo pão de mel da Chocolatti Divine tem massa molhadinha de pão de mel, é recheado de doce de leite e coberto de raspas de chocolate. Custa R$ 35 (230 g). Mais informações na página de facebook da marca: chocolattdivine?fref=ts

ovos-ferrero-rocher-6 Das marcas de supermercado, os únicos que gosto são os Lindt e os Ferrero Rocher. São os únicos que têm cacau de verdade, ou seja, não enganam o consumidor com pouquíssimo cacau e bastante gordura hidrogenada disfarçada com sabor artificial de baunilha. Inclusive o meio amargo da Nestlé é assim, pura enganação! Não é só o chocolate Lacta e o Garoto que são ruins! No quesito custo-benefício, fico com o da Ferrero de chocolate ao leite. Um ovo de chocolate ao leite da marca, de 390 g, custa R$ 57,90, em média. Para comparar, o da suíça Lindt, de 300 g, custa R$ 145, mais ou menos.

Cacau brasileiro é destaque em feira na Alemanha

modaka2

A Cooperativa de Produtos Orgânicos da Amazônia (Copoam), de Medicilândia, no Pará, está participando pela sexta vez da maior feira internacional de negócios do setor orgânico, a Biofach. O evento ocorre em Nurembergue, na Alemanha, até amanhã (15). O principal produto da Copoam é o cacau orgânico em amêndoa produzido por 27 agricultores familiares associados. São 600 toneladas por ano.

A cooperativa integra o Programa de Produção Orgânica na região Transamazônica e Xingu, com outras cinco cooperativas do estado, onde reúne 110 cooperados. “A região é propícia para o cacau. Já temos uma cadeia de produção estabelecida”, destaca o coordenador comercial da Copoam, Jedielcio de Jesus Oliveira. Além do cacau, os associados da Copoam produzem cupuaçu, açaí, pimenta e café orgânicos – ainda em pequena escala.

modaka

De acordo com Jedielcio, a cooperativa comercializa com três grandes empresas brasileiras de São Paulo. Uma utiliza o cacau na produção de sabonetes e duas na fabricação de chocolates orgânicos. Também vendem para uma empresa da Áustria, com certificado Fair Trade (comércio justo). O coordenador conta que também participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Formação de Estoques.

Na Biofach deste ano, Jedielcio espera potencializar os negócios com empresas europeias. “A Feira é uma porta para o mercado orgânico internacional, sobretudo o europeu. Já conseguimos marcar presença e vemos grandes oportunidades de expandir a venda de um produto que vem da Amazônia. Queremos ter contato com empresas que ainda não trabalham com o cacau brasileiro”, acredita.

*

foto 2(2)

Falando em feira e em cacau nacional, há uns dias conheci o Modaka Cacau Gourmet, na feirinha de orgânicos do Parque da Água Branca, em São Paulo. O produto é vendido na banca do simpático Virgílio Ramos (foto).

Virgílio conhece bastante o cacau que vende. Ele vende nibs, cacau marrom e vermelho (este é o melhor produto). Os preços são atraentes. 100 gramas de cacau vermelho saem mais ou menos por R$ 12,00.

manteiga_cacau

Um dos destaques é que ele vende ainda manteiga de cacau. Para aqueles que querem fazer o seu próprio chocolate, em casa, o comerciante tem uma receita:

Receita de chocolate caseiro:

Ingredientes 250 g de manteiga de cacau, 125 g de cacau em pó orgânico (vermelho ou marrom), 100 g de açúcar de coco (batida no liquidificador para virar pó)

Modo de fazer Ralar a manteiga e colocar numa vasilha. Colocar o chocolate em pó e o açúcar. Até a mistura ficar homogênea e derretida. Desligar o fogo e misturar com colher de pau ou silicone. Logo que começar a engrossar, colocar em formas de bombons ou tabletes e deixar endurecer.

cacau

Virgílio avisa que todos os produtos da Modaka são feitos a partir de amêndoas 100% orgânicas, cultivadas e selecionadas pela família Viana Lima na fazenda São José (Barro Preto, Bahia), no santuário ecológico da Mata Atlântica.

“A família Viana Lima mantém a tradição de cacauicultora na região sul da Bahia desde 1896, protegendo as matas através do sistema cabruca de produção do cacau, sob a sombra de árvores nativas.” Há mais de dez anos, produz em sistema orgânico, certificado pelo IBD.

Serviço: Modaka (73) 3249-1114, (71) 9129-08061, cacaumodaka@cacaumodaka.com.br

Banca do Virgílio: (11) 97045-9400, www.emporiovirgilio.com.br

Fontes: Ministério do Desenvolvimento Agrário e Tudo al dente