Veja os melhores do mundo da gastronomia, no Brasil

jefferson rueda.jpg

Pelo 13º ano consecutivo, a revista Prazeres da Mesa premiou os melhores do ano no mundo da gastronomia. Chefs, críticos, estudiosos e especialistas da gastronomia indicaram os finalistas, eleitos em votação popular. Foram 22.174 votos válidos. Veja a lista completa abaixo:

Personalidade da Gastronomia:  Raul Anselmo Randon (O empresário faz parte daquele time que poderia estar aposentado e apenas curtindo tudo o que construiu. Porém, Raul Anselmo Randon pertence ao grupo de pessoas que sente prazer em fazer, criar e inovar. O grupo Randon engloba dez empresas, entre elas uma das maiores fabricantes mundiais de carrocerias de caminhão e de implementos agrícolas. Mas aqui ele é premiado pelas contribuições para a boa mesa. Começa por excelente produção de maçãs, passa pelos vinhos RAR, que elabora em parceria com a vinícola Miolo, na qual é um dos sócios e chega aos queijos. Produtor de um excelente grano padano, ele se prepara para colocar no mercado um parmesão cheio de estilo).

Responsabilidade Social: Instituto ATÁ (Há três anos, Alex Atala e um grupo de apoiadores resolveram criar um instituto para fortalecer as cadeias produtivas dos alimentos provenientes da biodiversidade brasileira. O Instituto Atá cerrou fileira em projetos emblemáticos que definiram um modo operacional, que pode de fato impactar positivamente as cadeias de produção e comercialização de produtos provenientes de comunidades indígenas e tradicionais).

Chef do Ano: Jefferson Rueda (A Casa do Porco Bar, São Paulo, SP) – foto acima

Outros finalistas
André Saburó (Quina do Futuro, Recife, PE)
Daniel Redondo (Maní, São Paulo, SP)
Leonardo Paixão (Glouton, Belo Horizonte, MG)
Rafa Costa e Silva (Lasai, Rio de Janeiro, RJ)

Chef Revelação: Rodolfo de Santis (Nino Cucina, São Paulo, SP)

Outros finalistas
Ivan Ralston (Tuju, São Paulo, SP)
Lui Veronese (CRU – Balcão Criativo, Brasília, DF)
Marcelo Schambeck (Del Barbiere Bistro, Porto Alegre, RS)
Thiago Bañares (Tan Tan Noodle Bar, São Paulo, SP)

Restaurante do Ano: Maní (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Lasai (Rio de Janeiro, RJ)
Manu (Curitiba, PR)
Olympe (Rio de Janeiro, RJ)
Tête à Tête (São Paulo, SP)

Restaurante do Ano Norte: Remanso do Bosque (Belém, PA)

Outros finalistas

Banzeiro (Manaus, AM)
La Coquette (Manaus, AM)
Lá em Casa (Belém, PA)
Manjar Das Garças (Belém, PA)

Restaurante do Ano Nordeste: Quina do Futuro (Recife, PE)

Outros finalistas
Amado (Salvador, BA)
Casa de Tereza (Salvador, BA)
Casa Roccia (João Pessoa, PB)
Wiella Bistro (Recife, PE)

Restaurante do Ano Sul: Ostradamus (Florianópolis, SC)

Outros finalistas
Floriano Spiess – Cozinha de Autor (Porto Alegre, RS)
Hashi (Porto Alegre, RS)
Manu (Curitiba, PR)
Nomaa (Curitiba, PR)

Restaurante do Ano Sudeste: Glouton (Belo Horizonte, MG)

Outros finalistas
Lasai (Rio de Janeiro, RJ)
Maní (São Paulo, SP)
Olympe (Rio de Janeiro, RJ)
Soeta (Vitória, ES)

Restaurante do Ano Centro-Oeste: Mahalo (Cuiabá, MT)

Outros finalistas
CRU – Balcão Criativo (Brasília, DF)
Íz Restaurante (Goiânia, GO)
Olivae (Brasília, DF)
Taypá (Brasília, DF)

Banqueteiro: Viko Tangoda, Viko Gastronomia

Outros finalistas
Alessandra Divani, Divani Gastronomia
Fasano, Buffet Fasano
Neka Menna Barreto, Neka Gastronomia
Vinícius Rojo, Rojo Criatividade Gourmet

Brigada de Ouro: D.O.M. (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Fasano (São Paulo, SP)
Lasai (Rio de Janeiro, RJ)
Maní (São Paulo, SP)
Olympe (Rio de Janeiro, RJ)

Barista: Flavia Pogliani (The Little Coffee Shop, São Paulo, SP)

Outros finalistas
Danielly Soares (Amika Coffeehouse, Fortaleza, CE)
Graciele Rodrigues (Black Coffee, Curitiba, PR)
Léo Moço (Café do Moço, Curitiba, PR)

Chef Patissier: Carole Crema (La Vie em Douce, São Paulo, SP)

Outros finalistas

Diego Lozano (Escola de Confeitaria Diego Lozano, São Paulo, SP)
Lia Quinderé (Sucré Patisserie, Fortaleza, CE)
Rafael Barros (Opera Ganache, São Paulo, SP)
Saiko Izawa (A Casa do Porco Bar, São Paulo, SP)

Artesão da Gastronomia: Jatobá Orgânicos (conservas, geleias, molhos, purê de frutas, óleos, pimentas, temperos e purês e sopas) – Ouro Fino, MG

Outros finalistas
Guará Vermelho (vieiras) – Ubatuba, SP
Linguiçaria Real Bragança (embutidos) – Bragança Paulista, SP
Sítio Solidão (queijos) – Miguel Pereira, RJ
Ubaldo Angelini (legumes e pimentas) – Piedade, SP

Melhor Bar: A Casa do Porco Bar (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Bar da Dona Onça (São Paulo, SP)
Frank Bar (São Paulo, SP)
Paris Bar (Rio de Janeiro, RJ)
Veríssimo (São Paulo, SP)

Melhor Café da Manhã: Padoca do Maní (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Empório Jardim (Rio de Janeiro, RJ)
Julice Boulangère (São Paulo, SP)
Le Vin Bistro (São Paulo, SP)
Pain et Chocolat (São Paulo, SP)

Melhor sobremesa: Churros, Adega Santiago (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Figos ao Porto com creme de mascarpone, Alloro Ristorante (Rio de Janeiro, RJ)
Morango com merengue e fitas de salsão, A Casa do Porco Bar (São Paulo, SP)
Texturas de coco, A Peixaria (São Paulo, SP)

Melhor Hambúrguer: 12 Burger & Bistrô (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Holy Burger (São Paulo, SP)
Meats (São Paulo, SP)
Reserva T.T. Burger (Rio de Janeiro, RJ)
Z Deli (São Paulo, SP)

Melhor Pizzaria: Baco Pizzaria (Brasília, DF)

Outros finalistas
Carlos Pizza (São Paulo, SP)
Leggera – La Vera Pizza Napoletana (São Paulo, SP)
Speranza (São Paulo, SP)
Veridiana (São Paulo, SP)

Melhor Sanduíche: Z Deli (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Bar Balcão(São Paulo, SP)
Da Roberta (Rio de Janeiro, RJ)
Ponto Chic (São Paulo, SP)
Town Sandwich & Co (São Paulo, SP)

Restaurante de Cozinha Brasileira: 
Mocotó (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Aprazível (Rio de Janeiro, RJ)
Esquina Mocotó (São Paulo, SP)
Jiquitaia (São Paulo, SP)
Tordesilhas (São Paulo, SP)

Melhor Padaria: Padoca do Maní (São Paulo, SP)

Outros finalistas
Cum Panio (Belo Horizonte, MG)
Julice Boulangerie (São Paulo, SP)
PAO (São Paulo, SP)
Santo Pão (São Paulo, SP)

Melhor Sorveteria: Bacio di Latte (São Paulo e Rio de Janeiro, SP e RJ)

Outros finalistas
Cairu (Belém, Pará)
Casa Elli (São Paulo, SP)
Frida & Mina (São Paulo, SP)
Gelato Boutique (São Paulo, SP)

Melhor Comida de Rua: Da Roberta (Roberta Sudbrack, Rio de Janeiro, RJ)

Outros finalistas
Acarajé da Cira (Jaciara de Jesus Santos, Salvador, BA)
Buzina Food Truck (Jorge Gonzalez e Márcio Silva, São Paulo, SP)
Cilli Cucina Italiana (Felipe Cilli, São Paulo, SP)
Comedoria Gonzales (Checho Gonzales, São Paulo, SP)

Melhor Petisco de bar: Barriga de porco com goiabada (A Casa do Porco, São Paulo, SP)

Outros finalistas
Almofadinha de camarão (Aconchego Carioca, São Paulo e Rio de Janeiro)
Bolinho de bacalhau (Academia da Gula, São Paulo, SP)
Bolovo (12 Burger e Bistrô, São Paulo, SP)
Croquete de pato (Adega Santiago, São Paulo, SP)

Programa de Gastronomia: MasterChef Brasil (Rede Bandeirantes)

Outros finalistas
Bela Cozinha (Bela Gil, GNT)
Cozinha Prática (Rita Lobo, GNT)
Que Marravilha! (Claude Troisgros, GNT)
The Taste Brasil (GNT)

Livro do Ano: Ana Luiza Trajano – Misture a Gosto, Glossário de Ingredientes do Brasil (Editora Melhoramentos)

Outros finalistas
André Lima de Luca – All Fire (Editora Tapioca)
Bruno Cabral e Manuel Beato – Queijos brasileiros à mesa com cachaça, vinho e cerveja (Editora Senac)
Jean Claude Cara e Ligia Maria Salomão Cara – Vinhos da Borgonha: História, Tradição e Cultura (Editora Melhoramentos)
Milly Lacombe, Maní (Editora DBA)
Nilza Mendonça – Em Busca dos Sabores Perdidos (Editora Senac)

Anúncios

Aprenda a fazer moqueca de caju

foto (1)

Provei hoje a moqueca de caju, prato delicioso com cara do verão, feito por minha amiga, Cintia Sanchez, da banqueteria Manje Culinária.

A Cintia é fotógrafa de olhar inspirado e cozinheira de mão cheia. Participou do programa de tevê Master Chef, da Band, sendo admitida por lá ao fazer este prato. Segue a receita, que ela serviu com arroz integral misturado com quinua.

Moqueca de caju (de Cintia Sanchez – serve 8 pessoas)

Ingredientes: 10 cajus cortados em cubinhos; 10 tomates sem pele cortados em cubinhos; 2 cebolas grandes cortadas em cubinhos; 1 talho de alho poró cortado em cubinhos; 3 dentes de alho picados; 150 gramas de azeitonas pretas cortadas em cubinhos; 1 pimenta dedo de moça cortada ao meio sem sementes; 20 ml de azeite de oliva; 20 ml de vinagre de maça; 10 ml de óleo de coco; 50 ml de leite de coco; folhas de manjericão a gosto; sal a gosto.

Modo de fazer: coloque o caju, o vinagre e a pimenta de molho em 2 litros de água por 1 hora. Escorra o caju, retire a pimenta e reserve. Em uma panela grande refogue no azeite, o alho, a cebola e o alho poró, acrescente o caju e refogue por mais 2 minutos. Na sequência, acrescente os tomates, envolva-os na mistura e coloque 2 litros de água na panela, deixe cozinhar por 40 minutos em fogo baixo. Após o cozimento, acrescente o leite de coco e as azeitonas, deixe cozinhar por mais 10 minutos. Para finalizar, acrescente o óleo de coco, o sal e as folhas de manjericão. Cozinhe por mais 2 minutos. Sirva com arroz integral, quinua ou arroz 7 grãos. Bom apetite!

Serviço: Manje Culinária: https://www.facebook.com/manjeculinaria?fref=ts