Salve o Alimento! Brasil participa de campanha contra desperdício

naom_5a43c455464c0-321-424

No 10º lugar no ranking dos países que mais desperdiçam alimentos, o Brasil não ficará de fora da Campanha Stop Food Waste Day – Salve o Alimento!. Com o dia D marcado para 27 de abril, mais de 10 países, entre eles Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, França, Alemanha, Espanha, Turquia, Japão e Austrália, terão ações que visam diminuir o desperdício de alimentos e mostrar a importância do aproveitamento completo em receitas saudáveis e sustentáveis. A campanha visa causar impacto social e ambiental para ajudar a melhorar a posição do Brasil no ranking. A meta global é reduzir 50% do desperdício até 2030.

De acordo com dados da FAO Brasil – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, 28% dos alimentos se perdem no processo de produção agrícola e mais 28% são jogados no lixo após chegarem às casas dos consumidores. No mundo, cerca de 1,3 bilhão de toneladas de comida são descartadas por ano, enquanto quase 800 milhões de pessoas passam fome.

A embaixadora da campanha no Brasil é a Dra. Valéria Paschoal, Nutricionista e Diretora da VP – Centro de Nutrição Funcional, que também é coordenadora e professora de diversos cursos de nutrição funcional em várias cidades, e autora de livros sobre o assunto. Quem acessar o site, terá disponíveis  receitas de alimentos funcionais no site www.stopfoodwasteday.com.br , que ensinam como usar o alimento em sua totalidade, além de dicas para o aproveitamento de cascas e talos.

A campanha é promovida pelo Grupo Compass, líder mundial em serviços de alimentação e suporte do mundo, com atuação em mais de 55 países, e no Brasil acontecerá por meio da GRSA |Compass, que é responsável pela alimentação diária de mais de dois milhões de pessoas em todo o País.  Como parte da ação, a empresa oferecerá a seus clientes o Teaching & Kitchen que, a partir do dia 27 de abril, dará aulas sobre como evitar o desperdício no dia a dia, com receitas que utilizam alimentos em sua totalidade como, por exemplo, talos e cascas, que seriam considerados sobras.

O Grupo Compass é líder mundial em serviços de alimentação e suporte. Fundado em 1941, tem filiais em mais de 50 países. No Brasil, adquiriu 50% da GRSA em 1998 e os outros 50% em 2008, sendo atualmente detentor da totalidade da empresa, que também é líder no segmento no País. Além de serviços de alimentação coletiva, a GRSA no Brasil também oferece serviços de suporte, como portaria, jardinagem e limpeza. A empresa atende atualmente com mais de 35 mil colaboradores de empresas de diversos segmentos, como Azul, TAM, Gol, Hospital Sírio Libanês, Hospital Bandeirantes, Nestlé, Coca-Cola, Camil, Google, Facebook, Unilever, SulAmérica, Vale do Rio Doce, entre outros.

Sobre a Stop Food Waste Day Brasil – Salve o Alimento!

A campanha está em seu segundo ano em âmbito global e é o primeiro que vem ao Brasil. Em 2017, Estados Unidos, Inglaterra e Austrália promoveram ações com o objetivo de educar e potencializar a mudança em relação ao desperdício que impacta o mundo. Por meio do SFWD, o Compass Group quer chamar a atenção para o problema, criar e compartilhar soluções criativas e impactantes.

Site mundial: www.stopfoodwasteday.com

Site Brasil: www.stopfoodwasteday.com.br

Anúncios

Eu só quero chocolate – minha visita à Expo Chocolate

Casa-Main.jpg

Fui ontem passear na feira Expo Brasil Chocolate 2017, que acontece até hoje, 8, no Centro de Convenções Frei Caneca, em SP. O evento tem participação de produtores e comerciantes de todo o Brasil, e apresenta novidades, novas técnicas e melhorias na produção do chocolate, com a exposição de equipamentos, embalagens e matéria-prima.

No Brasil, a indústria do chocolate tem faturamento de R$ 12,4 bilhões anuais. E o consumo per capita é de 2,8 kg, por ano, igualando-se à Itália.

Meu foco era conhecer novos chocolates. Provei dois que gostei muito, o Espírito Cacau, da cidade de Linhares, no Espírito Santo; e o CasaLuker, da Colômbia.

Fundada em 1906 na Colômbia, a marca CasaLuker tem produtos derivados de cacau Fino de Aroma, com ampla gama de chocolates, massa e manteiga de cacau, cacau em pó e grãos de cacau com certificações em qualidade que atendem aos mais altos padrões internacionais. A Colômbia que é mundialmente conhecida por produzir alguns dos melhores cafés do mundo, também produz bons cacaus. Os chocolates CasaLuker (estão no estande da Emulzint) têm aromas frutais, florais e nuances de malte. São feitos com os cacaus Criollos e Tributários e são bastante originais, com gostinho de licor de chocolate, embora representantes da marca tenham me dito que não há álcool nos produtos.

 

chocolatesespiritocacau03-626x469.jpg

Outro chocolate que conheci foi o Espírito Cacau. Falei com o diretor de marketing da casa, Orlando Gligani, que trabalhou por muitos anos na marca Kopenhagen, decidindo deixar a cidade grande para morar próximo às plantações de cacau do Espírito Santo. Provei três deliciosos sabores, 31% (ao leite), 46% e o 70%. Bastou um mordida em cada um deles para eu perceber que os produtos são de primeira. Tem aquele gosto de chocolate de verdade, que é impossível encontrar nas gôndolas dos supermercados e mercearias do Brasil.

Ao olhar os ingredientes de uma barra de chocolate, você percebe que um produto tem quantidade boa de cacau olhando a sequência de produtos. A maioria começa por açúcar. Muitos trazem açúcar, leite, gordura hidrogenada e a massa de cacau vem lá no fim. Ou seja, o cacau passa longe desses produtos.

Os dois que provei na visita às Expo Chocolate trazem cacau como o primeiro ingrediente. Eles deviam servir de exemplo para a industrial nacional. São 100% naturais, saudáveis e saborosos, utilizando ingredientes naturais, isentos de corantes, conservantes (como a famigerada gordura hidrogenada) e aromatizantes.

Uma pena que a legislação brasileira do cacau é tão falha! Isso permite que sejamos enganados quando compramos uma barra. Na minha opinião, o chocolate da Nestlé de supermercado é o pior de todos. É até pior do que o Lacta e o Garoto. A Brasil Cacau e o Cacau Show têm alguns produtos bons, mas a maioria ainda é muito ruim. Gente, vamos melhorar o chocolate do Brasil?

Mas voltando à feira, visitantes que realizarem compras acima de R$ 30, na Praça do Cacau, concorriam ao sorteio de uma barra de chocolate de 20 quilos por dia, confeccionada pelo chef Ednei Bruno (Le Chef Gatô). O espaço da feira ainda tem exposição de bolos esculpidos. Mais de 80 profissionais foram convidados para inspirar o público com propostas bacanas de bolos decorados.

Bem, aproveitei a visita para tomar um Café da Condessa, com nossa amiga Maria Carolina de Lima, produtora de um bom café no Sul de Minas Gerais. A marca está com um estande na feira, servindo um café gostoso como sempre.

Se você gosta de chocolate de qualidade, vale conhecer a feira, que termina hoje. Veja mais informações aqui: http://www.expobrasilchocolate.com.br

Aprenda a fazer leite condensado cremoso em casa

leitin (1)
A Nestlé acaba de anunciar o relançamento do Moça Cremoso, versão mais consistente do leite condensado tradicional. O lançamento aconteceu em 2011, mas o produto saiu de linha em seguida. O gosto é o mesmo do tradicional, porém a versão cremosa é menos doce. Há também um leve amargor de fundo.
É possível fazer a receita caseira deste leite condensado cremoso! Isso mesmo! É bem simples. Basta colocar uma lata de leite Moça no liquidificador, algumas gotinhas de limão (atenção, apenas cinco ou seis gotas, senão o doce fica com gosto cítrico) e bater por cinco minutos. Você vai ver que a textura e o gosto ão os mesmos do leite condensado cremoso vendido pela marca.
Feito em casa, o doce custa duas ou três vezes menos do que o valor cobrado nos supermercados (R$ 6, mais ou menos)